E se o Papai Noel fosse evangélico

E se o Papai Noel fosse evangélico

Atualizado: Segunda-feira, 6 Dezembro de 2010 as 3:14

Papai Noel é um mito social, uma criação com base na tradição católica baseada na história de São Nicolau e na imaginação coletiva atribuída aos valores chamados cristãos. Pra quem não sabe, o gordinho simpático de barba branca que chamamos de Papai Noel foi criado pela fábrica americana de refrigerantes, a Coca Cola em 1930, como uma estratégia de marketing que funciona até hoje. Mas em muita coisa, o papai Noel para ser aceito tomou atributos parecidos com Jesus, como uma espécie de imitação secular. Vejamos algumas comparações do mito criado e de Jesus Cristo:

Jesus tem os cabelos brancos como a lã (Ap 1:14)

Noel tem cabelos brancos

Jesus tem barba (Is 50:6)

Noel tem barba branca

Veste um manto vermelho (Ap 19:13)

Noel tem roupa vermelha.

A hora de sua vinda é uma surpresa (Lc 12:40)

Ninguém sabe que horas Noel chega em casa.

Ele vem do norte (Ez 1:4)

Noel mora no polo norte

Trabalhou como carpinteiro (Mc 6:3)

Noel faz brinquedos de madeira

Vem como um ladrão a noite (Mt 24: 43-44)

Noel entra pela chaminé ou uma porta destrancada

Distribui dons entre os homens (Ef 4:8)

Distribui presentes entre as pessoas

Senta-se em um trono (Ap 5:1)

Noel tem um trono onde delega suas ordens

Convida as crianças a irem a ele (Mc 10:14)

As crianças vão até Noel para pedirem seus presentes.

Por se tratar de uma imitação secular de Jesus, Noel transmite idéias contrárias aos ensinamentos bíblicos, mas e se realmente Noel fosse evangélico? Suas idéias e ideais seriam completamente diferentes dos que são apresentados hoje dentro do contexto natalino social, ele deixaria de ser uma imitação barata de Jesus e ensinaria os seguintes princípios para o natal:

O importante não é o que você ganha, mas quem você é.

Mais é a vida do que o sustento, e o corpo mais do que as vestes. Lc 12:23

Que é Deus quem nos julga e não a nossa própria consciência.

Porque em nada me sinto culpado; mas nem por isso me considero justificado, pois quem me julga é o Senhor. 1Co 4:4

Que Deus nos abençoa, não baseados em mérito, mas em Seu Amor.

Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores. Rm 5:8

Não adianta ganhar o mundo inteiro e perder a sua essência.

Pois, que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma? Mc 8:36

Ter tudo que desejo não é sinal da benção de Deus em minha vida.

Assim é aquele que para si ajunta tesouros, e não é rico para com Deus. Lc 12:21

Se Papai Noel fosse evangélico, nós celebraríamos as pessoas e não as coisas. Celebraríamos a vida e não as conquistas. Celebraríamos o Cristo encarnado no ser de cada filho e filha de Deus. Ah... se Papai Noel fosse Evangélico!!!

Bruno dos Santosé Diretor do VidaSat Comunicações, Coordenador Geral da CIA (Coalizão das Igrejas Apostólicas) e pastor da Igreja Vida Nova em São Paulo. Escritor e Conferencista, é formado em Teologia com especializações em Novo Testamento e Liderança. Casado com Silvia Regina, é pai do Lucas, da Laís e da Ana Luiza.

veja também