Ed René Kivitz: "O sexo também é santo"

Ed René Kivitz: "O sexo também é santo"

Atualizado: Sexta-feira, 27 Maio de 2011 as 9:32

Segundo Ed René Kivitz o casamento é santo, o sexo também é santo, assim sendo: “Não se concebe casamento sem sexo e também, não se deveria conceber sexo sem casamento.”

Recentemente, Maria Shriver teve um ataque histérico ao descobrir a traição de Arnold Schwarzenegger, o astro do Exterminador do Futuro. A traição resultou em um filho com a empregada doméstica Mildred Baeana, que não sabia que ele era seu pai. O que fazer quando há traição? Quando é que podemos divorciar? Como deve ser o `sexo` em nossas vidas? São provavelmente algumas das possíveis perguntas daqueles que passam por tais ‘díficeis’ momentos na vida conjugal.

Kivitz, teólogo Mestre em Ciências da Religião pela Universidade Metodista de São Paulo, falou sobre essa questão em um vídeo chamado “Sexo” em seu blog, nesta segunda-feira.

Citando o versículo de Mateus 19:9 sobre adultério (“Eu vos digo, porém, que qualquer que repudiar sua mulher, não sendo por causa de fornicação, e casar com outra, comete adultério…”), Kivitz menciona por qual motivo deve haver divórcio, segundo o que disse Jesus.

“Jesus está discutindo aqui quando que o divórcio é permitido e quando ele é permitido na lei de Moisés. Os rabinos discutiam como se poderia cumprir a lei o que deveria ser feito o que não poderia ser feito,” diz ele.

Segundo o teólogo, Jesus, que era um dos rabinos disse: “Não é por qualquer motivo que alguém vai se divorciar… A não ser em caso de questão de imoralidade sexual.”

O que é isso? Ai, é que aparece a palavra em grego “pornéia” e ele explicou que é dessa palavra que surgiu a palavra “pornografia,” que é tradução para o português. Isso significa ‘toda e qualquer perversão da sexualidade,’ não apenas o adultério.

Assim, ele ressalta que apenas questões de sexo Jesus disse que podem levar ao divórcio. Portanto, “não seja leviano no processo de divórcio… a leviandade não é uma justificativa para o divórcio,” advertiu.

O que significa o sexo afinal?

Segundo ele, através do sexo “o casal encarna a unidade original pretendida por Deus, e nessa unidade de dois que se fazem um é que está a expressão da imagem e semelhança de Deus.”

O autor do livro Vivendo com Propósito, afirma então que “tanto um homem que dorme com uma prostituta ou uma mulher que dorme com um prostituto se faz uma só carne com essa pessoa,” diferindo dessa maneira do que seria a unidade pretendida por Deus.

“é no sexo que há a relação de uma só carne e ser uma só carne é diferente de estar casado,” disse.

Assim ele aponta que é a profanação dessa dimensão de ‘uma só carne’- que o sexo traz para a vida conjugal – que Jesus aponta como uma cláusula que justificaria o divórcio.

“O sexo é uma coisa muito sagrada, o casamento é sagrado, o sexo é sagrado.”

“Não se concebe casamento sem sexo, e também não se deveria conceber sexo sem casamento.”

Para concluir, ele disse que a sugestão Jesus parece ser: “quem é uma só carne que se assuma integralmente e que assuma o outro por inteiro.”

veja também