Edir Macedo exorta obreiros da Universal por videoconferência

Edir Macedo exorta obreiros da Universal por videoconferência

Atualizado: Segunda-feira, 28 Novembro de 2011 as 11:23

Milhões de obreiros de todo o Brasil se reuniram nos templos principais da Igreja Universal do Reino de Deus, na noite desta última sexta-feira (25), para acompanhar a mensagem do bispo Edir Macedo, que por videoconferência, exortou a todos a respeito da necessidade do batismo com o Espírito Santo. Do Cenáculo de Santo Amaro, zona sul de São Paulo, o bispo Sergio Correa, responsável pelos obreiros do País, também esteve atento às palavras de orientação.

“De uma forma direta ou indireta, vocês fazem parte do exército de Deus e muitas outras pessoas também faziam, mas, com o decorrer do tempo, trocaram a bênção de Deus por um prato de lentilhas, por um amor proibido. Elas acabaram desanimando na fé e estão do outro lado. Mas o que leva a pessoa que um dia teve uma experiência com Deus a desistir? A resposta é porque elas não foram batizadas com o Espírito Santo, porque quando a gente tem o Espírito Santo, Ele não permite que deixemos a fé, de forma nenhuma”, explicou.

O bispo continuou pedindo aos obreiros que fizessem uma análise pessoal, verificando se realmente tiveram a experiência do selo divino. “Vamos ter, do dia 11 de dezembro ao dia 31, vinte e um dias de jejum. Mas não se iluda dizendo ‘eu já sou obreiro, tenho o Espírito Santo’. Pelo contrário, seja honesto, avalie se realmente você foi selado com o Espírito de Deus, porque quando a pessoa recebe esse selo, ela não abandona a fé, mas ela vence. Eu venci, por que você não pode vencer?”, questionou, mencionando o fato de ser um dos homens mais perseguidos do mundo e não ter deixado sua fé em Jesus ser abalada por nada e por ninguém.

Citando o exemplo de um e-mail que recebeu de uma obreira, que dizia sentir desejo de imitar os costumes daqueles que não servem a Deus, o bispo ensinou: “Sempre que você vir alguém muito preocupado com o próprio exterior é porque o interior não vai bem. Isso não quer dizer que você não vá cuidar do corpo, mas me refiro à preocupação extrema, aquela na qual a mente se mantém ocupada com a aparência. Quando a pessoa é de Deus, ela permanece com o pensamento nas coisas do alto, nas coisas de Deus. Nós não temos nada a ver com a moda, com os filhos de Belial, pois, se você é de Deus, eles quem devem imitá-lo. Não devemos olhar para o que mundo está fazendo, mas para o que Deus quer de nós. O servo de Deus é aquele que vive para servi-lo, que não é mais dono da sua vida, que morreu para esse mundo,” destacou.

Antes de encerrar a mensagem, o bispo fez questão de explicar que o temor a Deus não é apenas um sentimento, mas é algo que faz o temente se desviar do mal. “Quem não é batizado no Espírito Santo não tem temor a Deus, por isso vive pensando em curtir esse mundo. O temor do Senhor é muito mais do que um sentimento de respeito e reverência, ele nos faz fugir do pecado, da aparência desse mundo, e, com esse comportamento de servo, a pessoa será honrada por Deus. Por isso, se você não tem sido honrado é porque não tem servido a Deus”, conclui, convidando àqueles que reconheceram a necessidade de se arrepender, à frente do altar, para receber o carimbo divino, que é o batismo com o Espírito Santo.

Caravana do resgate Após a busca do fortalecimento espiritual, o bispo Sergio Correa comentou a respeito das reuniões que serão realizadas por ele em todos os estados do Brasil, durante o mês de dezembro e janeiro. Ele ressaltou a importância do engajamento de cada voluntário para que levem a essas concentrações o maior número de ex-obreiros, ex-pastores e ex-membros.

“No livro de Isaías, capítulo 52 e versículo 10, Deus promete resgatar os perdidos, mas isso só poderá acontecer se tiver quem vá atrás deles. Deus separou você para isso, que é algo inédito, pois nesses 32 anos que tenho de igreja, nunca vi um movimento nacional, de tamanha proporção, voltado exclusivamente para resgatar os que se perderam”, finalizou.

veja também