Edir Macedo fala sobre a aliança entre Deus e a Abraão

Edir Macedo fala sobre a aliança entre Deus e a Abraão

Atualizado: Terça-feira, 10 Maio de 2011 as 10:12

O pacto com Deus foi o tema da reunião realizada pelo bispo Macedo, no Cenáculo do Espírito Santo, em São Paulo, no último domingo (08).

Para o bispo, as decisões que uma pessoa deve tomar dentro da igreja precisam ser feitas pela fé inteligente, porque a fé emotiva é que gera a religiosidade, fazendo com que a pessoa fique cega e fanática. “Quem são os fanáticos? São as pessoas cegas, que usam a fé cega e não raciocinam, não pensam. Não quero que você sinta, quero que você creia, que você acredite naquilo que está escrito”, ressaltou.

Segundo ele, a pessoa que possui direitos garantidos pela constituição deve requerê-los para que eles prevaleçam na vida dela. Da mesma forma ocorre com a Palavra de Deus. Quando uma pessoa faz um pacto com Ele, ela passa a ter direitos, privilégios e obrigações.

Em seguida, o bispo explicou a aliança feita entre Deus e Abraão, baseado no capítulo 15 de Gênesis. Deus apareceu ao patriarca em sonho e disse: “Não temas, Abrão, eu sou o teu escudo, e teu galardão será sobremodo grande.” (Gênesis 15:1) Depois de Abraão ter respondido a Deus, dizendo que não possuía filhos, foi para fora de sua tenda contar as estrelas, como Deus o ordenara, pois assim seria a descendência dele. “Deus promete coisas incontáveis para nós, extraordinárias, magníficas, maiores do que você pode imaginar. E na mesma hora, quando Deus mostrou aquela grandeza para Abraão, mandou que ele pegasse alguns animais, os dividisse ao meio e colocasse um de frente ao outro. Então, uma chama passou por entre as partes dos animais. Ele estava dizendo a Abraão: ‘Se eu não cumprir a minha palavra, a minha promessa para contigo, você tem o direito de fazer comigo, Deus, o que foi feito a esses animais’”, enfatizou.

Para o bispo, na aliança com Abraão, os animais precisaram ser cortados para haver sangue, sacrifício, pois “uma aliança é um pacto em que as duas pessoas concordam. Elas aceitam aquele pacto e os termos daquele pacto. Se você é fiel, se corresponde a um pacto com Ele, então Deus é obrigado a fazer a parte dEle, assim como você faz a sua parte.”

Além disso, o bispo falou sobre a importância da pessoa ser sincera com Deus, já que muitas pessoas têm levado a “fé numa aventura”. De acordo com ele, Abraão foi abençoado porque concordou e aceitou os termos do pacto.

Para finalizar, o bispo reiterou a seriedade de um pacto com Deus. “Se nós formos fieis a um pacto com Deus, Ele fica na obrigação de fazer exatamente tudo o que prometeu. Não é uma questão de mérito, mas porque você creu; porque manifestou sua fé, sua fidelidade e foi justo para com Deus, então Ele tem que ser justo para com você”.  

veja também