Edir Macedo ungirá fiéis com óleo consagrado em Israel.

Edir Macedo ungirá fiéis com óleo consagrado em Israel.

Atualizado: Terça-feira, 19 Abril de 2011 as 10:31

No próximo domingo (24), dia em que se comemora a Páscoa, milhões de pessoas que comparecerem aos Cenáculos do Espírito Santo, do Brasil e do mundo, receberão a unção com o óleo que foi consagrado pelo bispo Macedo no Monte Sião, em Jerusalém, no último domingo (17).

A Bíblia mostra que o óleo era usado, entre outras coisas, para ungir os enfermos: “Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e estes façam oração sobre ele, ungindo-o com óleo, em nome do Senhor. E a oração da fé salvará o enfermo, e o Senhor o levantará...” (Tiago 5.14-15). Assim como no passado aconteciam milagres por meio da unção, hoje, na Igreja Universal, multidões relatam os benefícios da consagração.

É o caso da auxiliar administrativa Juliana Paz , de 23 anos, que durante 6 meses teve o ciclo menstrual interrompido. Sem entender o motivo do distúrbio, procurou imediatamente o médico. Depois que realizou exames, descobriu que se tratava de um nódulo no útero e que correria o risco de ficar estéril.

Mas ao saber que estava acontecendo a unção com o óleo santo na Igreja Universal do Reino de Deus, Juliana recorreu a fé, foi ungida uma única vez e obteve a cura. “Recebi a unção e determinei, pela fé, que ficaria livre daquele nódulo, depois voltei a fazer novos exames e constatei que não havia mais nódulo nenhum. E minha menstruação voltou ao normal”, relata.

Além da cura, as pessoas que eram ungidas também adquiriam sabedoria para dominar e não mais serem dominadas. Um dos exemplos registrados nas Sagradas Escrituras, é a consagração do rei Davi, que recebeu a unção para governar o povo de Israel: “Tomou Samuel o chifre do azeite e o ungiu no meio de seus irmãos; e daquele dia em diante, o Espírito do Senhor se apossou de Davi...” (1 Samuel 16.13).

O mesmo Espírito que se apossou de Davi, após a unção, entrou também na vida da cabeleireira Maria Cleide da Silva Lima, de 37 anos (foto ao lado com a filha). Ela conta que após ser ungida no Cenáculo que frequenta, deixou de ser empregada e abriu o próprio negócio. “Eu fui ungida no Cenáculo e também ungi o lugar no qual queria abrir meu próprio salão. Dias depois, o milagre aconteceu. Eu montei meu salão e já estou com dois negócios. Tudo graças a minha fé em Deus”, conclui.

veja também