Educação Adventista celebra os frutos dos projetos missionários

Educação Adventista celebra os frutos dos projetos missionários

Atualizado: Segunda-feira, 11 Outubro de 2010 as 9:28

O Departamento de Educação da Associação Baixo Amazonas (ABA) celebrou, no sábado passado, os resultados dos projetos missionários realizados pelas seis Escolas e pelos dois Colégios Adventistas do norte do Pará. A celebração comemorou também, os 150 anos do nome “Adventistas do Sétimo Dia”. Pedro Henrique cursa o terceiro ano na Educação Infantil do Instituto Adventista Grão Pará e assistiu a programação, ele ressaltou a importância dos valores que aprende na escola. “A Escola sempre faz programações como essa em que a gente pode aprender mais sobre Deus e isso dá uma sensação muito boa pra gente”.

Diretores e funcionários das escolas, professores, alunos e pais também participaram do encontro que teve 43 batismos. “O que nós vimos hoje, foi a missão da Educação Adventista na prática. Educar crianças e salvar para eternidade, a Associação Baixo Amazonas está de parabéns por cumprir isso de forma muito clara“, disse professor Marco Goes, líder do departamento de Educação da União Norte Brasileira.

A programação começou pela manhã, com Escola Sabatina e culto. Na ocasião, o pastor Demir Denner falou sobre as quatro fases da história da Igreja Adventista, destacando o surgimento da Educação Adventista. Além de testemunhos, durante o culto foi entregue uma placa pelo departamento de Educação ao pastor Argemiro Andrade e para a diretora de Educação da Igreja Adventista localizada no bairro do Marco, em Belém, professora Zenilda Botti. A placa homenageou a parceria entre a Igreja e as unidades escolares.

Durante a tarde a celebração continuou com a apresentação das escolas, louvores com os corais das escolas, testemunhos e batismos de alunos, pais e professores. A professora Sirley Alves foi batizada junto com seu esposo e sua filha. Ela conta como as atividades da escola levaram sua família a estudar e conhecer mais a Bíblia. “Minha filha sempre estudou na escola adventista e como as atividades são voltadas para a educação cristã, essa influência positiva foi levada aos poucos para minha família. Quando comecei a trabalhar como professora em uma das escolas, a companhia dos amigos e os cultos levaram minha família a crescer cada vez mais no amor e no conhecimento da palavra de Deus”, contou.

Alunos e professores batizados recebem presentes.

A celebração aconteceu como resultado da implantação do Plano Mestre de Desenvolvimento Espiritual. De acordo com o plano, o projeto pedagógico baseia-se nos projetos espirituais da Igreja Adventista. Dessa forma, as unidades escolares participaram efetivamente, desde o inicio do ano, de vários projetos como Quebrando o Silêncio, Classes Bíblicas, Escola de Pais, Evangelismo Público, Duplas Missionárias, Pequenos Grupos, Impacto Esperança,  projeto “Um dia de Esperança para o Planeta” e Escola Aberta, que distribuiu mais de 14 mil livros “Tempo de Esperança”.

Ligia Simplício, líder do departamento de Educação na ABA, falou sobre a sensação de ver os resultados. “Nossa missão é servir e salvar. Nosso compromisso maior é com a eternidade e hoje nada melhor para comemorar os 150 da nossa história com a Educação levando tantos frutos ao reino dos céus”. As comemorações continuam no próximo final de semana, com nove batismos na escola localizada no município de Tomé Açú (PA).

veja também