Educação Adventista de Mato Grosso lança Educação + Social

Educação Adventista de Mato Grosso lança Educação + Social

Atualizado: Terça-feira, 8 Fevereiro de 2011 as 10:13

Durante o Encontro de Educação 2011, promovido pela Rede Educacional Adventista de Mato Grosso, foi lançado o projeto “Educação +Social”. Este será o tema gerador das ações pedagógicas ao longo dos anos de 2011 e 2012, nas unidades escolares da Associação Mato-Grossense (AMT).

“Educação +Social” vai substituir o projeto “Educação +Verde”, que perdurou entre 2008 e 2010, e desenvolveu ações ligadas à educação ambiental em feiras do conhecimento, concursos de artigos científicos entre servidores da rede adventista, passeatas, entre outras atividades.

O professor Henilson Erthal, diretor geral das escolas adventistas em Mato Grosso, ao lançar “Educação +Social”, afirmou ser este um presente de Deus, que proporcionará às unidades escolares a possibilidade de se tornarem agentes sociais na comunidade, bem como células missionárias ganhadoras de pessoas para Jesus por meio da pregação do evangelho.

“Educação + Social” está baseada na criação de ministérios na escola, atividades que os servidores e alunos desenvolverão segundo os seus dons. “Houve um tempo em que nossas escolas tinham poucas atividades diferenciadas das quais nossos alunos podiam participar, como corais, por exemplo. Quem não tinha o dom para a música via-se excluído de possibilidades de atuar em atividades culturais e de serviço ao próximo. Com a criação dos ministérios, atividades diversificadas estão à disposição daqueles que tiverem o desejo de realmente cumprir seu compromisso social diante da comunidade”, comenta Erthal.

O projeto “Educação +Social” estará baseado em seis diferentes áreas:

1. “Força tarefa”: será um ministério ligado a projetos sociais que exijam força tarefa e terão alto impacto na comunidade. Exemplo: (a) busca da doação de um terreno para construção de uma casa que beneficiará uma família carente, fruto de doações também de materiais e disponibilização de mão de obra gratuita, (b) recuperação de praças ou (c) outros.

2. “Tô Nessa”: estará ligado a projetos promotores de grandes manifestações que chamarão a atenção da comunidade escolar ou público em geral. Exemplo: (a) grandes campanhas como passeatas (de combate ao fumo, por exemplo), (b) manifestações de “abraço grátis” em shoppings ou nas ruas, etc. As campanhas “Quebrando o Silêncio” (Educação e Ministério da Mulher), “Vida por Vidas” (Educação e Ministério Jovem) e “Amigos de Esperança” (Divisão Sul-Americana) estarão ligadas a este ministério.

3. “Tô Ligado”: será dedicado àqueles que têm facilidade e apreciação por recursos de mídia e terá como objetivo principal o envio de mensagens cristãs, de amizade, entre outras. Os recursos utilizados serão principalmente o telefone e a internet. Exemplo: envio de mensagens por e-mail, Orkut, Facebook e Twitter.

4. “I Believe”: terá concentração em ações sociais envolvendo o cuidado de pessoas. O projeto Mutirão de Natal estará ligado a este ministério. Exemplo: pode-se adotar um orfanato, hospital, asilo de idosos, escola pública com alunos carentes, com os quais se possa realizar um trabalho ao longo de um ano todo, tanto levando alimentos, roupas, calçados, brinquedos, como também alegria (sugestão do princípio contido nos “doutores da alegria”).

5. “Fala Sério”: está ligado mais diretamente à capelania da escola, pois este será o título que daremos às reuniões de capelas, as quais deverão ter ênfase maior em assuntos ligados à adolescência, tão marcada por crises de identidade. A ideia de um “papo cabeça” será a tônica dessas reuniões. Exemplo: pode-se fazer um questionário no início do ano relatando os principais problemas emocionais vividos pelos alunos (traumas emocionais, rejeição, tristeza, depressão, complexo de inferioridade, entre outros). Os temas marcados pelos alunos como os mais presentes podem ser os temas “Fala Sério” das semanas (é claro que algumas capelas deverão estar ligadas às datas especiais do calendário escolar).

6. “Classe A”: esta é a nova nomenclatura que daremos às reuniões de classes bíblicas. Deve-se buscar uma metodologia que fuja do tradicional estudo bíblico. Gincanas e desafios devem ser tônicas marcantes neste ministério. Exemplo: (a) Pode-se criar uma classe de estudo especial para adventistas que poderia se chamar DNA. Seria um modelo de sociedade secreta em que ninguém sabe o que ocorre nas reuniões, um modelo repaginado de Pequenos Grupos. (b) Outra possibilidade é a criação de um grupo de estudos dinâmico direcionado a alunos não adventistas, envolvendo alunos adventistas que auxiliem seus colegas, tanto no estudo, como no desenvolvimento de amizades saudáveis no dia a dia.

O slogan do projeto “Educação + Social” é “Porque amar e servir é o que precisamos fazer de melhor!”. Segundo Erthal, a escolha do tema se justifica pelo fato de que a razão de existência da Educação Adventista é salvar pessoas.  

veja também