Educadores adventistas orientam alunos sobre bullying

Educadores adventistas orientam alunos sobre bullying

Atualizado: Sexta-feira, 11 Fevereiro de 2011 as 1:07

A conscientização para um problema social da educação no país deu o tom da volta às aulas no Colégio Adventista de Fortaleza. Na ocasião da primeira Semana Discente, os educadores reuniram-se com os alunos para tratar de um tema que ganha cada vez mais atenção por parte de governos e instituições de ensino: o bullying. O evento aconteceu nesta quinta-feira, dia 10 de fevereiro.

O bullying é uma palavra estrangeira que descreve atos sistemáticos e intencionais de violência física ou psicológica, praticados por uma ou mais pessoas com o objetivo de intimidar ou agredir outro indivíduo ou mesmo um grupo, sem capacidade de defesa.

Os alunos conheceram os tipos de agressão que caracterizam o bullying, as formas e os efeitos do problema, e como evitá-los. O palestrante foi o advogado Humberto Bezerra, assessor jurídico da Igreja Adventista para os estados do Ceará e Piauí.

“Nosso objetivo foi capacitar e informar a todos quanto a importantes questões sociais, desenvolvendo a autoconfiança e respeito ao próximo”, disse a diretora do colégio, Elisângela Peixoto de Souza. Além da palestra, o encontro tratou de informações gerais sobre o andamento do ano letivo e também apresentações motivacionais e orientações quanto a hábitos de estudo.

O Colégio Adventista de Fortaleza conta com 24 professores e 14 funcionários. Para este ano, 335 estudantes estão matriculados na unidade de ensino.

veja também