"Ele viveu a mensagem que pregou”, diz filha de Billy Graham após morte do pai

Anne Graham Lotz publicou uma declaração emocionante sobre o legado que seu pai deixou ao falecer.

fonte: Guiame

Atualizado: Quinta-feira, 22 Fevereiro de 2018 as 9:39

Billy Graham ao lado de sua filha, a escritora e também evangelista Anne Graham Lotz
Billy Graham ao lado de sua filha, a escritora e também evangelista Anne Graham Lotz

A morte do evangelista Billy Graham na última quarta-feira (21), comoveu não apenas os cristãos, mas também pessoas de tantas outras crenças em todo o mundo. Conhecido como o 'conselheiro dos presidentes', ele realizou também cruzadas evangelísticas, que reuniram centenas de milhões de pessoas. Porém este homem de uma vida pública exemplar também é lembrado com orgulho por sua família.

A filha do evangelista, Anne Graham Lotz se pronuciou após o falecimento dele, afirmando que quando pensa em seu pai, não se lembra somente do grande pregador que reunia multidões para ouvirem a Palavra de Deus, mas também do homem simples que ele era no cotidiano.

"O legado do meu pai engloba o mundo... e envolve minha própria vida. Quando penso nisso, não penso em Billy Graham, a figura pública. Eu penso no meu pai. Aquele que sempre foi um agricultor de coração; que amava seus cachorros e seu gato; que acompanhava o clima e o tempo quase tão intensamente quanto realizava eventos mundiais; que usava seu jeans azul velho, suéteres confortáveis ​​e um boné de beisebol; gostava de café morno, chá de gelado, uma colherada de sorvete e um hambúrguer simples do McDonald's; que estava interessado em tudo e em todos, desde o pequeno até o grande; que se lembrava de detalhes que até mesmo um computador teria dificuldade de lembrar", disse.

Anne Graham, que também é evangelista, educadora e escritora, destacou como é inevitável se lembrar das mensagens que seu pai pregava, não só pela beleza e o efeito impressionante que elas geravam, mas também porque elas eram ministradas por alguém que as vivia de verdade.

"Mas quando penso nisso, também penso em sua mensagem, porque ele estava imerso nela, envolvido por ela. Ele viveu a mensagem que pregou ... um homem simples que havia respondido ao amor de Deus, colocando sua fé em Jesus, recebendo a certeza de que seus pecados foram perdoados, que ele não pereceria, mas teria vida eterna. Uma fé simples, que agora importa mais do que qualquer outra coisa", lembrou.

"Durante anos, sobre sua cabeça, enquanto pregava, esteve a bandeira que citava as palavras de Jesus: 'Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida'. Jesus completou essa frase dizendo: 'ninguém vem ao Pai senão por Mim'. Com base no que Jesus disse, papai está certamente em segurança com o Pai, no paraíso. Papai não só anunciou Jesus como o único Caminho para Deus, ele viveu pela Palavra da Verdade, publicamente nos púlpitos e na vida privada, por trás das portas fechadas. Agora está desfrutando a vida ao lado do pai celestial", acrescentou.

Legado

Anne afirmou que o falecimento de seu pai não é simplesmente um tempo de lamento, mas sim de avanço e união.

"Enquanto ele está fisicamente ausente e sua voz em silêncio, estou confiante de que sua mensagem continuará a reverberar ao longo das gerações vindouras. Minha oração neste dia de sua mudança para a Casa de Nosso Pai é que sua morte será um grito de união", destacou.

"Que dezenas de milhares de pastores, professores, evangelistas e homens e mulheres comuns se levantarão para ocupar seu lugar. Que eles vão pegar sua mensagem como um bastão sendo passado em uma corrida de revezamento, fielmente para aqueles com quem ele esteve em contato. Porque a mensagem de papai é a mensagem de Deus. E é uma mensagem de esperança genuína para o futuro, de amor para o presente, de perdão para o passado", afirmou. "É uma mensagem, que quando recebida, traz um novo começo, alegria inabalável, paz inexplicável, significado eterno, propósito para a vida e abre as portas do Céu".

Anne Graham reconheceu que as lágrimas pela morte do pai são inevitáveis, mas também afirmou que está disposta a dar continuidade ao legado do evangelista.

"Mesmo que minhas lágrimas pareçam intermináveis, recostei silenciosamente minha vida para pegar e passar no bastão. Você faria o mesmo?", propôs.

veja também