Em Barueri (SP), Fernanda Brum louva a Deus com 2 mil pessoas

Em Barueri (SP), Fernanda Brum louva a Deus com 2 mil pessoas

Atualizado: Terça-feira, 10 Março de 2009 as 12

Da Redação

"Eu encontro a Igreja receptiva à Palavra, principalmente à Palavra Profética. Talvez por sorte ou graça, o que eu ministro tem sido bem acolhido", afirmou ao Guia-me a pastora Fernanda Brum em noite de adoração no CELC - Centro Evangélico de Lazer e Cultura de Barueri (SP) que reuniu cerca de 2.500 pessoas. Participaram do evento cantores como Fernando Fé, Lincoln Baena, Adriana Cabral e Célio Silva. "Esperamos que muitas vidas sejam tocadas, que Deus possa falar através dos louvores ministrados", disse Adriana Cabral.

Com um propósito relacionado a missões, o ministério Iejá, formado há cinco anos, abriu o evento. "Cremos que a nossa música pode ser muito mais do que tem sido. Ela pode abençoar outras nações. Os músicos têm talento e podem ofertar isso para o Senhor", disse o pastor Paulo Henrique, líder do ministério que tem levado o Evangelho ao Senegal, país de maioria muçulmana.

Chamada por Deus para pregar o evangelho, seja ele cantado ou falado, Fernanda Brum tem uma forte ligação com o trabalho missionário. Para ela, "as missões são conduzidas pela Palavra cantada". E foi em momentos que oscilavam entre louvor e ministração que Fernanda conduziu a maioria jovem à adoração espontânea.

Em entrevista ao Guia-me a respeito do comportamento da Igreja em eventos como esse, Bruna Furlan, filha do prefeito Rúbens Furlan (PMDB) do município de Barueri, disse que "em cidades menos afortunadas, aonde não chega a escola ou asfalto, chega a Palavra de Deus. Através dos pastores e missionários. Eles fazem o papel do Estado, levam paz e tranqüilidade para as pessoas. O país e as pessoas precisam de fé para que estejamos sempre em paz e em comunhão com Deus". Sobre o significado de ter um pai evangélico como prefeito, Bruna confirmou: "Nós entregamos a administração da cidade nas mãos de Deus. Com o Senhor a frente nós vamos fazer uma grande administração".

Além do caráter missionário, de levar as boas novas do Evangelho, o evento foi, para Lincoln Baena, uma oportunidade de resgate de hinos clássicos da história da Igreja evangélica. "Cantamos &Grandioso és Tu& e as pessoas adoraram, louvaram, pularam e bateram palmas. Eu acho que é um preconceito nosso achar que essas músicas não são mais ungidas, quando a unção está na pessoa e não na música em si. Nós rotulamos e dizemos que tal música não serve mais para um determinado tipo de culto".

Para Fernando Fé, cantor e presidente da produtora Ritmo da Terra, organizadora da apresentação, "esse evento está sendo algo muito forte da parte de Deus porque é a primeira produção no que diz respeito ao gospel". Ex-produtor de shows seculares (não-religiosos) na Bahia, Fernando identifica características profissionais necessárias para a obra de Deus. "As vezes falta comprometimento, o músico não entra com a visão de fazer o melhor para Deus. Eu conheço músicos que para o mundo fazem da melhor forma possível, mas quando vêm tocar na Igreja, não chega nem no horário".

Indicada a seis categorias no Troféu Taleno 2009, a cantora Fernanda Brum vê a premiação como um reconhecimento, mas adiantou que não estará presente na noite de entrega das estatuetas. Sobre os novos projetos, está previsto o lançamento do DVD Cura-me, que acontece até o mês de agosto.

Leia Também:

Fernanda Brum - Ela vai para onde Deus mandar

veja também