Em entrevista Kaká desmente briga com bispos da Renascer em Cristo

Em entrevista Kaká desmente briga com bispos da Renascer em Cristo

Atualizado: Quarta-feira, 21 Dezembro de 2011 as 3:53

 Ainda buscando a melhor forma no Real Madrid após uma sequência de lesões, Kaká afirmou em entrevista ao jornalista Jorge Kajuru que pensaria em se aposentar caso o São Paulo não o quisesse de volta no futuro. Embora não descarte ouvir propostas de rivais, o meia afirmou ser difícil se imaginar jogando em outro clube no Brasil.

“Se o São Paulo não me quisesse, eu pararia. Sou muito vinculado, foram 13 anos de clube. Não é que eu passei pelo São Paulo, eu cresci e vivi lá, então a prioridade será sempre deles”, explicou o atleta, que já foi apontado como alvo do Corinthians.

O brasileiro também aproveitou a oportunidade para defender o companheiro de equipe Cristiano Ronaldo. Para Kaká, o astro português é um jogador decisivo e evitou comparações entre ele e o argentino Lionel Messi.

Sobre sua saída da Igreja Renascer em Cristo, o jogador afirmou que mantém um vínculo próximo com Estevam e Sônia Hernandes, fundadores da instituição, e que saiu por motivos particulares. Kaká desmentiu que brigou com os bispos e que deixou a Renascer por constatar que as diversas denúncias feitas contra o casal, como estelionato, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica, eram verdadeiras.

“Eu nem tenho acesso a esse tipo de informação. Só achei que fosse hora de deixar a instituição Igreja Renascer em Cristo”, esquivou-se.     Com informações do UOL

veja também