Em Goiânia, família encontra a solução para problemas, usando a fé

Em Goiânia, família encontra a solução para problemas, usando a fé

Atualizado: Segunda-feira, 4 Julho de 2011 as 1:33

Muitos problemas que aos olhos humanos parecem impossíveis de se resolver são solucionados por meio do sacrifício, jejum e oração. É isso que mostra a Palavra de Deus, quando diz: “esta casta não pode sair com coisa alguma, a não ser com oração e jejum.” (Marcos 9:29) Para que essa promessa se cumpra, acontece em todas as Igrejas Universal do Reino de Deus do País a reunião do “Jejum das Causas Impossíveis”, aos sábados pela manhã.

Em Goiânia (GO), quem ministra esse encontro no Cenáculo do Espírito Santo, localizado na Avenida Goiás, 1.449, às 07 horas da manhã, é o pastor Jorge Castro (foto acima), que recentemente, orientou a todos os presentes a respeito da aliança com Deus. “A pessoa que faz essa aliança, certamente, estará sob a proteção de Deus”, completa.

Quem ouviu e praticou os ensinamentos dados na reunião foi a empresária Shirley Regina Alves de Paula, de 40 anos. Frequentadora da  IURD há três anos e meio, ela conta que chegou à Igreja com todas as áreas da vida destruídas, considerando-se em um “beco sem saída”. “Eu já não sabia mais para onde correr, a Igreja foi a minha última esperança”, relata.

Com uma hemorragia que persistia por oito meses, sem cessar, ela ia aos médicos, realizava exames, mas o sangramento permanecia. Além disso, o casamento de Shirley estava quase chegando ao fim. “Dentro da minha casa não existia paz, era um verdadeiro caos. Nós estávamos separados, e morando na mesma casa”, diz.

Para piorar a situação, o casal sofreu um calote do sócio da empresa no qual tinham sociedade, deixando Shirley e o marido com uma grande dívida. “Minha vida se transformou num verdadeiro calvário. Tive de vender a padaria para tentar amenizar as dívidas, que chegaram a um valor aproximado de 300 mil reais”, lembra.

Diante de ameaças de agiotas, restrições na praça, sem carro e com uma filha adolescente também enfrentando problemas de saúde, Shirley passou a ter insônias, a ver vultos, a escutar vozes e a ter muita vontade de morrer. “Por muitas vezes eu pensei em tirar minha vida”, desabafa.

Mas o sofrimento da família estava para terminar, quando numa noite sem dormir, ela ouvia a programação da IURD pela rádio, e resolveu ligar para pedir ajuda. “Pela primeira vez, participei da reunião de sábado pela manhã. Com um mês firme na Igreja, a hemorragia acabou e, aos poucos, tudo foi mudando”, conta.

Hoje, a vida da família está completamente transformada, como afirma Shirley. “Eu vivo bem com meu marido, adquirimos quatro lojas de roupas femininas, temos 20 funcionários, casa própria, dois carros zero quilômetro, pagamos todas as dívidas e minha filha venceu os problemas de saúde. A minha vida só mudou, depois que eu mudei de dentro para fora, hoje eu sou um testemunho vivo, tenho uma vida de fato e de verdade completa”, testemunha.

veja também