Em Manaus, multidão recebe a paz que vem do trono de Deus

Em Manaus, multidão recebe a paz que vem do trono de Deus

Atualizado: Sexta-feira, 19 Agosto de 2011 as 1:11

Todos os domingos às 9h30 da manhã, milhões de pessoas em todo o mundo comparecem à Igreja Universal do Reino de Deus em busca da paz interior e da proteção para a família.

Recentemente, no Cenáculo do Espírito Santo de Manaus (AM), que fica localizado na Avenida Constantino Nery, 1515, bairro São Geraldo, o bispo Sergio Corrêa, responsável pelo trabalho da IURD no estado, ministrou o encontro de fé e ensinou como é possível alcançar as bênçãos divinas. “Através da fé as pessoas chegam à Igreja e podem até conquistar a cura, a libertação, prosperar, mas se não houver o encontro com Deus de nada adiantará tantas conquistas”, disse.

A auxiliar administrativa, Elaine Lobato (foto ao lado), compreendeu o significado deste encontro. Ela relata que por anos fez parte de um grupo de dança, viajando por diversas partes do mundo para se apresentar às multidões. Porém, tantas atividades não foram suficientes para preencher o vazio existente dentro do coração dela.

“Eu fazia de 2 a 3 shows por noite em festas e eventos nos municípios do Amazonas e do Brasil. Minha vida era dentro de uma academia para manter o corpo físico, cheguei a fazer um grande sucesso artístico, pois viajei por vários países. Durante esse tempo tive muito dinheiro, fama e sucesso. Mas ao mesmo tempo sentia um vazio dentro de mim, sofria com depressão e todos os homens pelos quais eu me apaixonava só queriam me usar. Outros se aproximavam de mim por causa do meu dinheiro. Passava dias chorando com muita angústia”, declara.

Antes de se envolver no meio artístico, Elaine já havia frequentado a IURD, mas acabou se afastando. Porém, as palavras recebidas durante as reuniões sempre vinham à mente dela, principalmente quando passava por momentos difíceis. “Eu lembrei-me dos tempos em que era da Igreja e quanto eu era feliz. Dessa forma, decidi participar de uma reunião no domingo. Entreguei a Deus toda a minha vida e disse a Ele que queria ser feliz. Abandonei o grupo de dança e me libertei de todos os males. Lembro que iam à porta do Cenáculo a minha procura e pediam para que eu voltasse a dançar, mas eu rejeitei totalmente. Hoje, tenho paz, sou feliz tive um encontro com Deus, minha vida foi transformada, faço a obra de Deus com sinceridade e amor. Deus restaurou a minha vida”, conclui com alegria.    

veja também