Em Minas Gerais, presidiários têm a chance de conhecer a Palavra de Deus

Em Minas Gerais, presidiários têm a chance de conhecer a Palavra de Deus

Atualizado: Sexta-feira, 21 Janeiro de 2011 as 3:47

Na cidade de Sabará (MG), o Grupo de Evangelização em presídios, penitenciárias e delegacias de Minas Gerais desenvolve um amplo trabalho junto à população carcerária, visando a ressocialização dos recuperandos e, principalmente, a divulgação da Palavra de Deus, que pode transformar vidas.

Há quase dois anos à frente do trabalho no presídio de Sabará, o diretor geral José Romero da Cunha, de 42 anos, classifica como excelente o trabalho que a IURD desenvolve no local. “Admiro as ações da Igreja, que é uma grande parceira nessa importante ajuda de ressocialização. Como resultado, eu percebi que muitos recuperandos mudaram completamente a maneira de viver”, declarou.

José Romero afirmou que procura tratar a todos os detentos com respeito e dignidade. “A recíproca tem sido verdadeira na maioria dos casos. Na unidade conquistamos para eles sala de aula, computação e horta. Estamos implantando também uma padaria e cozinha, onde, respectivamente, estaremos formando auxiliares de panificação e de cozinha entre os recuperandos”, explicou.

Antes de realizar o batismo de 21 detentos (foto acima) que queriam entregar a vida ao Senhor Jesus, o responsável pelo trabalho nos presídios de Minas Gerais, pastor Celso Araújo, destacou a importância do ato. “Na situação em que você se encontra se faz necessária uma tomada de atitude para mudar esse quadro. Desperte. Até quando você vai viver nessa situação?”, questionou.

Em seguida o pastor intercedeu a Deus em favor de todos os recuperandos e profissionais do presídio de Sabará. Outra ação aconteceu em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte, onde voluntários estiveram no presídio feminino José Abranches Gonçalves, para realizar uma palestra sobre os perigos do uso do tabaco (foto ao lado). Participaram do evento, aproximadamente 120 recuperandas e muitas delas demonstraram o desejo de parar de fumar, depois que os voluntários apresentaram imagens de pessoas que tiveram os membros do corpo amputados por causa do uso do cigarro.

“Vale ressaltar a participação ativa da diretora Geral da Unidade, Dra. Raquel Alves de Paula, quem permite o acesso para que o grupo de evangelização preste assistência para  ressocializar as recuperandas”, destacou o pastor Celso.

Além do apoio oferecido dentro dos presídios, a IURD também realiza uma reunião especial voltada às famílias dos presos. Durante o encontro, que acontece todas às quintas-feiras, às 18horas, no Centro de Ajuda Espiritual, localizado na Avenida Olegário Maciel, 1.206, no bairro de Lourdes, os familiares recebem uma palavra amiga e orientações jurídicas.

veja também