Em novo livro, papa inocenta judeus pela morte de Jesus

Em novo livro, papa inocenta judeus pela morte de Jesus

Atualizado: Quinta-feira, 3 Março de 2011 as 11:15

Interpretações contrárias foram usadas durante séculos para justificar a perseguição aos judeus.

O papa Bento XVI desenvolveu uma das questões mais controversas e críticas da cristandade em um novo livro, no qual não culpa o povo judeu pela morte de Jesus Cristo. Em "Jesus de Nazaré", livro que teve alguns trechos divulgados hoje, o pontífice apela para uma análise bíblica e teológica para explicar por qual motivo não tem fundamento a afirmação de que os judeus foram responsáveis pela morte de Jesus.

Interpretações contrárias foram usadas durante séculos para justificar a perseguição aos judeus. Ainda que o Vaticano já tivesse adotado a conclusão de Bento XVI há muito tempo, estudiosos judaicos disseram que o argumento desenvolvido pelo papa alemão é significativo e contribuirá para o combate ao antissemitismo.

veja também