Em Pocket Show, Sula Miranda conta projetos e testemunhos

Em Pocket Show, Sula Miranda conta projetos e testemunhos

Atualizado: Sexta-feira, 22 Agosto de 2008 as 12

Da Redação

Na noite de quarta-feira, dia 20 de agosto, nas instalações da Livraria Saraiva, no Shopping Ibirapuera, em São Paulo, aconteceu mais um pocket show da cantora Sula Miranda.

Vestida de branco e com adornos dourados, Sula recebia os convidados e a imprensa com bom humor e disposição. Depois de conceder inúmeras entrevistas, tanto para o meio gospel como para o secular, a cantora iniciou o pocket conversando com o público e explicando sobre o modo como Deus faz as coisas, dessa forma justificou iniciar com a música "Meu Milagre" ao invés da "Coração de Louvor", como fazia em todas apresentações.

"As coisas de Deus são muito diferentes do que se espera. As novas situações são oportunidades para testemunhar", justificou a cantora.

Além do Portal Guia-me , outras mídias marcaram presença, entre elas  estavam a Rede Bandeirantes, com o Programa Atualíssima; a Rede TV, com o TV Fama; a revista Show Gospel; e o site Mundo Gospel. Alguns convidados eram conhecidos do público, como Lucas Poletto, participante do primeiro programa Ídolos; e lutador e rapper Jofrinho, Fúria Negra do Racionais.

"Eu conheço a Sula já tem um tempo, ela é uma pessoa muito abençoada, tem uma voz linda. Sempre que posso prestigiar os meus amigos do meio gospel, eu faço, apesar de cantar no meio secular", afirma Poletto.

Sula contextualizou suas músicas, cantou com o Coral da Igreja Assembléia de Deus do Ministério Belém e apresentou Raquel Souza Monteiro, que era muda e ao ouvir as músicas da cantora, em um culto, da mesma igreja do coral, passou a falar. Ela deu prova ao milagre, cantando duas músicas do CD "Coração de Louvor". Além das vozes, gesticulavam na linguagem de sinais.

"Agradeço a Deus, porque ele enviou você lá na igreja, porque agora eu não estaria cantando", testemunhou Raquel Souza.

Além de cantar, Sula Miranda já apresentou programas em rádio e TVs. Atualmente, ela grava um programa de decoração chamado "Estilo e Idéias", a estréia é pela Sky, no canal 29, previsto para todas as sextas-feiras, às 21h, e aos sábados ás 11h.

A cantora contou ao Guia-me os seus projetos e expôs as diferença que há entre um ministério e uma carreira

O Chamado

"Meu ministério começou há um ano. Lancei o CD há 10 meses. Estou muito feliz porque é outra realidade, outra história na minha vida, não faço pelo sucesso, pelo dinheiro, pela fama. Hoje, é um chamado, não é para minha honra e glória, mas para a glória de Deus."

Carreira x Ministério

"Antes eu era uma cantora, mas agora sou uma adoradora do Senhor. Isso é muito diferente, porque a cantora canta qualquer letra, pode interpretar. O adorador louva a Deus, eu faço isso como entrega, agradecimento pela minha vida, saúde, e principalmente, por ter acrescentado mais na minha comunhão com Ele."

O DVD

"Estou numa correria, porque apareceram outros compromissos, vou estrear um programa de TV, irei para Londres numa excursão internacional entre os dias 18 a 30 de Setembro, e estou cuidando do DVD, com previsão para gravar em Outubro."

Conciliando o ministério e a vida

"Quando a gente quer, a gente consegue conciliar. É colocar a vida no Altar e Deus capacita. É priorizar primeiro a minha vida com Deus, a família e depois a carreira. Desta forma dá pra fazer tudo direitinho."

Suas referências no meio gospel

"As músicas do grupo Trazendo a Arca, Ana Paula e André Valadão, participaram da minha conversão. Gosto muito do trabalho de Régis Danesi. Não posso deixar de citar a Mara, que além de ser minha irmã na fé, é de coração, e muitos outros cantores. Agora, estou matando a minha sede no mundo da música gospel."

A Rainha dos caminhoneiros

"A minha prioridade é o meu chamado, tenho certeza que tudo tem um propósito, também junto aos caminhoneiros. Tem muita gente que não deixou de me acompanhar, e os outros, que por algum motivo deixaram, eu vou ganhá-los para Jesus."

veja também