Em protesto contra insegurança, pastor de férias apedreja Câmara de Lajedo e vai preso

Em protesto contra insegurança, pastor de férias apedreja Câmara de Lajedo e vai preso

Atualizado: Terça-feira, 18 Maio de 2010 as 3:28

Um pastor evangélico, após ficar bêbado, apedrejou os vidros da Câmara de Vereadores de Lajedo, município localizado nas proximidades de Garanhuns, Agreste do Estado, Pernambuco, na tarde dessa segunda. O homem, que também é publicitário, foi identificado como Luciano Silva Carmo, 54 anos.

Segundo Luciano, o ato foi em protesto à falta de policiais em Lajedo. O pastor, que é de São Paulo, está passando as férias no Agreste do Estado e foi assaltado na cidade.

O pastor foi levado para a Delegacia Regional de Garanhuns e responderá por crime contra o patrimônio público. O delito é afiançável, porém, como a família, que está em São Paulo, não pode pagar a fiança no valor de R$ 500, ele foi encaminhado à Cadeia Pública de Garanhuns, Agreste do Estado.

veja também