Em seminário do Encontro Sepal, Bispo ministra sobre o fenômeno dos "desigrejados"

"A Igreja hoje é uma ofensa, escândalo" diz Walter McAlister

Atualizado: Quarta-feira, 9 Maio de 2012 as 11:04

De origem estadunidense, o Bispo Walter McAlister renunciou sua cidadania original e tornou-se cidadão brasileiro em 1989.Ordenado ao ministério em 1980. Fundou e pastoreou as Igrejas Cristãs Nova Vida no Méier e em Engenho Novo e pastoreou a ICNV Botafogo e a Catedral da ICNV. 

Conhecido pela autoria dos livros O Fim de Uma Era, premiado Livro do Ano, Melhor Livro na Categoria Vida Cristã e Autor do Ano Nacional, e O Pai Nosso, premiado Livro Inspiração do Ano, pelo Prêmio Areté 2011, McAlister foi um dos palestrantes do terceiro dia do Encontro Sepal 2012.

Leia mais:

Menardo Machado compartilha a batalha da evangelização dos guerrilheiros colombianos

Pastor da Willow Creek ministra no Encontro da Sepal 2012

Vice presidente de artes da Willow Creek fala sobre um líder sem máscaras

Em sua ministração, Walter falou sobre o triste estado que a igreja brasileira atual se encontra. Emocionando o bispo afirmou que sente vergonha do que está acontecendo com os pastores do Brasil." A igreja precisa de líderes e não serviçais. Nosso trabalho como pastor é edificar a igreja" diz.

Para ele a dignidade do pastoreio está perdida. "Somos herdeiros de uma igreja falida, que se tornou totalmente irrelevante para o mundo. É preciso pedir perdão pelo que fizemos com a igreja" desabafa.

McAlister acredita que os pastores e líderes precisam trazer a cruz novamente para o seu lugar: o centro da igreja. "Para recuperar a mensagem da cruz precisamos recuperar nosso relacionamento com Deus" alerta.

Walter finalizou sua ministração orando pela restauração da igreja no país. De joelhos, pastores e líderes participantes do Encontro Sepal clamaram pelo retorno do cristianismo puro e simples no Brasil.

 

Por Pollyanna Mattos

veja também