Empresários cristãos portugueses criam fundo para apoiar desempregados

Empresários cristãos portugueses criam fundo para apoiar desempregados

Atualizado: Terça-feira, 14 Setembro de 2010 as 9:33

  A Associação Cristã de Empresários e Gestores vai criar, em Outubro, um «Fundo do Bem Comum». O objetivo é ajudar desempregados com 40 anos ou mais a criarem novas empresas. O valor inicial será de 2,5 milhões de euros.

O presidente da ACEGE , António Pinto Leite , explicou que estes milhões iniciais  - depois serão duplicados para cinco milhões dá conta de 40 a 60 mil desempregados com o perfil pretendido, dos quais seis mil têm vocação empreendedora.

O dinheiro destina-se a financiar e apoiar projetos empreendedores, de novas empresas, para desempregados com mais de 40 anos. ACEGE quer ajudar licenciados, quadros médios e superiores de empresas que caíram no desemprego

O fundo vai funcionar como uma sociedade de capital de risco, com a participação de entidades financeiras e empresas como a Caixa Geral de Depósito, o Montepio, o grupo José de Mello, o grupo Espírito Santo e o Santander.

veja também