Encontrart: Jovens de Todo Brasil se Reúnem na Base do Jeová Nissi

Encontrart: Jovens de Todo Brasil se Reúnem

Atualizado: Terça-feira, 26 Julho de 2011 as 5:02

De 9 a 30 de julho cerca de 1200 jovens de todas as regiões do Brasil, se reúnem na base missionária do Ministério de Artes Jeová Nissi, em Ibiúna, São Paulo, para ter aulas de circo, teatro e dança.

O Encontrart, que já acontece há seis anos, contou dessa vez com a presença de renomados professores como a Primeira Bailarina do Rio de Janeiro, Cecília Kerche e a apresentadora de TV italiana Patrizia Anania.

Durante o dia os jovens aprendem com professores tanto do ministério, quanto convidados, técnicas de dança como Pina Bausch, circo, e aulas de teatro com métodos de Grotowski e Stanislavski. A noite são ministrados em cultos com pregações, peças da Cia e cantores convidados.

O evento surgiu depois do líder da companhia Caíque Oliveira ouvir durante anos a rejeição das pessoas ao que elas chamavam de “teatrinho de Igreja”. Segundo ele, a música gospel já não perde em nada para a secular, no entanto, as pessoas não buscavam capacitação para atuar e dançar e assim continuavam no amadorismo.

Os alunos que participaram da edição deste ano representam literalmente todos os estados do Brasil, além de Portugal e Estados Unidos. Alex Toledo, de Guarapari, Espírito Santo, chegou ao Encontrart para aprimorar suas técnicas de clown usadas em visitas que ele e seu grupo fazem a hospitais.

“Acredito que com as técnicas que aprendi vou poder ser mais natural no meu agir, com isto poder ser mais espontâneo, verdadeiro em meu trabalho com as crianças”.

A iniciativa do grupo chamou a atenção das autoridades locais. Durante a segunda semana o prefeito de Ibiúna fez uma visita ao sítio para conhecer o evento. “Temos certeza de que ele saiu daqui impactado, louvamos e oramos por ele e pela salvação dessa cidade, tenho certeza que independente da religião que ele e a esposa tenham, foram tocados pelo Deus”, afirmou Caíque aos alunos.

Silas Kreplin, de Americana, interior de São Paulo se inscreveu no congresso para aprender técnicas que pudessem auxiliar o ministério de teatro de sua Igreja, o qual faz parte, mas foi surpreendido pelas proporções do evento.

“O Encontrart superou muito as minhas expectativas tanto na questão 'técnica’' como também na questão espiritual, os cultos e ministrações foram uma bênção, quero muito voltar no ano que vem”.

Sobre o Jeová Nissi
O grupo foi fundado há dez anos por Caíque Oliveira, algum tempo após a sua conversão e saída do homossexualismo, em Campinas, interior de São Paulo.

Hoje conta com cerca de 70 membros vindos de todas as regiões do país e de diferentes congregações.

As peças já foram apresentadas em Igrejas, ginásios, teatros, presídios, escolas e em países como: Chile, Paraguai, Argentina, Angola, Espanha, Portugal, França, Inglaterra, Suíça e Itália.

O ministério também fundou o projeto Tenho Fome, na Angola, um orfanato que sustenta 300 crianças, evangelizando, educando e lecionando música e outras artes.

Todos os membros da Cia se tornam missionários renunciam sua vida, para viver integralmente com o ministério e não recebem salário ou qualquer tipo de contribuição financeira. Alguns são mantidos pelas Igrejas de onde vieram, outros apenas pela adoção de irmãos que acompanham o trabalho do Jeová Nissi.

veja também