Encontro Afro Cristão reúne 67 pessoas de 15 igrejas na UMESP

Encontro Afro Cristão reúne 67 pessoas de 15 igrejas na UMESP

Atualizado: Sexta-feira, 11 Junho de 2010 as 3:57

Participantes do III Encontro Afro Cristão, reunidos na Universidade Metodista de São Paulo, em São Bernardo do Campo, discutiram, entre 28 e 30 de maio, questões pertinentes à auto-estima das negras e negros cristãos, suas características biológicas e psicológicas, a auto-aceitação e como são aceitos na sociedade e no contexto das igrejas.  O evento contou com a participação de 67 pessoas de 15 igrejas:

Metodista no Brasil; Assembléia de Deus Ministério Belém; Presbiteriana  Independente do Brasil; Pentecostal do Chile; Renascer em Cristo;  Igreja Batista; Igreja Universal do Reino de Deus; Igreja Evangélica; Igreja  Pentecostal "O Brasil para Cristo"; Assembléia de Deus; Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil /IECLB; Adventista da Promessa, Episcopal Anglicana do Panamá, Assembléia de Deus Nipo Brasileira; Igreja Evangélica Ebenezer.

Segundo os/as participantes, as igrejas cristãs, em geral, reproduzem um discurso e comportamentos racista e sexista que impedem a promoção de igrejas realmente inclusivas. A imagem idealizada de um cristão é de uma pessoa branca, com poder de decisão delegado aos homens, sendo que muitas pessoas negras pertencentes a segmentos religiosos cristãos procuram adequar-se a essa imagem, embranquecendo sua estética, mente e espiritualidade, afirmaram.

Esse evento também contou com representantes de 20 instituições/setores: Igreja Metodista no Brasil: Região Missionária da Amazônia - REMA, Pastoral de Combate ao  Racismo-1ª RE, Ministério de Ações Afirmativas Afrodescendentes AA-AFRO-3RE; Projeto Formigueiro; Koinonia - Presença Ecumênica e Serviço; Conselho Latino Americano de Igrejas - CLAI -: Pastoral Continental de Mulheres e Justiça de Gênero, Pastoral de Negritude; Quilombhoje Literatura/ CPD Negro Sim; Grupo de Estudantes Negros UNINOVE; Universidade Metodista de S.P. - UMESP: Pastoral Universitária e Escolar, Núcleo de Arte e Cultura, Núcleo do Cursinho Educafro;  Coordenadoria Ecumênica e Serviço - CESE;  Comissão Ecumênica Nacional de Combate ao Racismo  - CENACORA; Prefeitura Municipal de São Bernardo do Campo - Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania; Universidade Metodista de Piracicaba - UNIMEP; Aliança de Negras e Negros Evangélicos do Brasil - ANNEB; Coral Resistência Negra; Grupo Identidade da  Faculdades EST/IECLB -  Escola Superior de Teologia - EST/São Leopoldo-RS; e, Visão Mundial.

Reunidos/as em torno do tema Gênero e Negritude - uma perspectiva Cristã, o encontro de São Paulo contou com a participação do Presidente do Conselho Latino-Americano de Igrejas (CLAI), Bispo Julio Ernesto Murray Tompson, que ministrou conferência sobre o tema Mitos e desafios da masculinidade negra. A Teóloga Siomara Rita da Silva também palestrou durante o encontro, trazendo contribuições para o debate em torno da Estética na perspectiva da saúde da mulher negra.

"Estas duas temáticas trabalhadas pelo Bispo Murray e pela Teóloga Siomara serviram como incentivo para que as comunidades cristãs possam discutir questões pertinentes à masculinidade e à feminilidade negra a partir de outro prisma”, pontuou a Prof. Ma. Selenir Kronbauer, coordenadora do Grupo Identidade da Faculdades EST.

Como resultado imediato do encontro, os participantes pretendem atuar enquanto multiplicadores/as de ações direcionadas para o fortalecimento e a auto-estima da pessoa negra, incentivando a formação de grupos de estudos sobre o tema,

O evento de São Paulo foi uma realização de um grupo de organizações cristãs composto por: Ministério de Ações Afirmativas Afro-descendentes da Igreja Metodista -AA-AFRO-3RE, Pastoral da Negritude  do  Conselho Latino-Americano de Igrejas-CLAI /Região Brasil, Grupo Identidade EST, de São Leopoldo/RS, Comissão Ecumênica Nacional de Combate ao Racismo - CENACORA,e, Aliança de Negras e Negros Evangelicos do Brasil - ANNEB.  

Atuaram como Instituições parceiras: Coordenadoria Ecumênica de Serviços - CESE, Universidade Metodista de São Paulo - UMESP -, Faculdade de Teologia da Igreja Metodista, Prefeitura de São Bernardo do Campo e AFROKUT.

Por: Micael Vier Behs

veja também