Encontro de adolescentes aborda sexualidade, música,religião e ciência

Encontro de adolescentes aborda sexualidade, música,religião e ciência

Atualizado: Quinta-feira, 28 Julho de 2011 as 3:11

] Adolescentes de todo o Estado, se reuniram no teatro Glauce Rocha, em Campo Grande, nos dias 23 e 24 de julho para um evento especial, conhecido como ADOLE. O encontro, que este ano, chegou a 11ª. edição, já se tornou tradicional e, é aguardado com ansiedade pela turma. Caravanas da capital e do interior trouxeram 787 adolescentes, para participar de uma programação dinâmica, que abordou temas do universo adolescente.

Música ao vivo, louvor, sorteios e palestras que abordaram o tema “Você vai viajar?” atraíram a atenção dos adolescentes. O pastor Sérgio Souza Júnior, capelão do Instituto Adventista Paranaense, falou aos participantes sobre os preparativos necessários para fazer uma viagem e, levou o grupo a refletir sobre o preparo que devemos ter para a viagem rumo ao céu.

No sábado á tarde, os adolescentes tiveram a oportunidade de fazer perguntas sobre temas diversos. Sexualidade foi o assunto que gerou mais perguntas, seguido por religiosidade, influência da música, evolucionismo, homofobia, entre outros. Os pastores Sérgio Souza e Eronildo Pereira, líder de jovens em Mato Grosso do Sul, coordenaram o bate-papo de forma clara e descontraída.

Para alguns adolescentes o momento das perguntas foi muito esperado. “Aqui eu aprendo muitas coisas sobre a igreja e orientações sobre o que devo ou não devo fazer”, contou Deusdete Pereira, 15 anos. Noélia Arévalo, 18 anos, ressaltou a clareza com que os assuntos foram tratados. “Achei muito importante eles falarem abertamente sobre sexualidade”, afirmou a jovem.

Segundo Paulo César Feitosa, um dos organizadores do evento, o objetivo do ADOLE é mostrar para os adolescentes que eles são importantes, motiva-los a envolver-se nas atividades da igreja e usar os talentos para Deus. “Toda a programação foi realizada por adolescentes. Queremos que isso sirva de motivação para os demais”, declarou Feitosa.

Adolescentes, como Kelly Cardoso, 15 anos, comemoram a iniciativa. Kelly veio pela quarta vez ao ADOLE e planeja trazer as amigas no próximo ano. “É muito bom participar de programas que falam a nossa língua, vou incentivar minhas amigas a participarem também”.

Para Soraya Vital, líder do Ministério da Criança e do Adolescente em Mato Grosso do Sul, este encontro foi um exemplo da preocupação que a Igreja Adventista tem com esta faixa etária. “A igreja reconhece a importância deste grupo, prova disso que no final de 2010 criou o Ministério do Adolescente, para desenvolver ações específicas para eles”, declarou a líder.

veja também