Entre a teologia e o esterco - Coluna Pr. Bruno dos Santos

Entre a teologia e o esterco - Coluna Pr. Bruno dos Santos

Atualizado: Quarta-feira, 18 Fevereiro de 2009 as 12

Esterco, se não servir para adubar a terra, não presta, apenas fede. Teologia é assim também, se não servir para fertilizar os corações e a vida dos homens, não presta. Torna-se morta. Excremento do intelecto. É assim que é, simplesmente assim. Só para esclarecer melhor as coisas, vamos continuar a conversa.

Pois bem, gosto de falar de teologia, de ler e escrever sobre, assim como tenho imenso prazer em discutir uma infinidade de coisas e assuntos numa boa roda de conversa. Acontece que idéias não são nada sem que pessoas dispostas resolvam encará-las e encarná-las, isto é, torná-las concretas. Teoria sem aplicação prática não oferece demonstração convincente da validade do que se está teorizando.

Daí acontece de tal maneira: alguns falam do papel da teologia na libertação das classes oprimidas, dos pobres e marginalizados (Teologia da Libertação); outros, da importância de um pensamento teológico que compreenda o ser humano em sua integralidade (Teologia da Missão Integral); outros retomam o tema da poderosa ação sobrenatural de Deus por meio dos dons espirituais (Teologia Pentecostal); há também os que enfatizam a Soberania de Deus (Teologia Reformada); e por aí vai. Contudo, a idéia que tenho é que enqüanto teologamos, estudamos os fenômenos sociais, a ação do pecado na humanidade, os pecados político-socio-estruturais de um povo, a pobreza e a miséria dos homens, eles continuam lá. Eles não se emancipam da sua condição nem são libertos do mal que lhes aflige, seja ele qual for!

Fazer teologia sem fazê-la praticável e praticada é algo semelhante à observação de cobaias em laboratório para satisfação de mero interesse de descrever a situação e os comportamentos do ser examinado em tais circunstâncias. Jesus não era assim. Observava, sentia as situações, as reais necessidades das pessoas e agia. Ía direto ao ponto central do problema. Portanto, quero que a minha teologia seja igual a de Jesus, senão é só...esterco!

Outros textos do colunista:

A diferença entre certos evangélicos e o Evangelho de Cristo

O que creio sobre 2009

Entre os lobos

Barack Obama e o tempo do fim

Evangelizar com humor é muito bom

Supere-se

Ajude a libertar um crente fofoqueiro

Vivo o que canto ou canto e não vivo?

Blogs Pr. Bruno dos Santos

www.prbruno.blogspot.com/

http://bastidoresevangelicos.blogspot.com/

Portal Cruzada Missionária Continental Brasil

www.cmc.org.br

http://bastidoresevangelicos.blogspot.com/

veja também