Erro: Não se conforme com ele

Erro: Não se conforme com ele

Atualizado: Segunda-feira, 4 Julho de 2011 as 12:25

Jacó era neto de Abraão que é o pai dos judeus e dos árabes. A mãe dos Árabes é Agar e a mãe do povo Judeu é Sara. Deus havia feito uma promessa a Abraão, que ele seria pai de uma grande nação. Ele já estava com 100 anos e a promessa ainda não havia se cumprido.

Sara, achava que a promessa estava demorando, então chamou sua serva e disse a ela que se deitasse com Abraão, para que assim, através dela desse filhos a Abraão. Agar engravidou-se, o filho nasceu e os problemas começaram.

Passou-se o tempo e Sara engravidou-se e foi uma grande vergonha para Sara, porque ela precipitou-se. As promessas de Deus ainda que aparentemente tardem irão se cumprir.

Agora, há duas crianças dentro de casa e elas começam a brigar e também as duas mães: Sara e Agar. Abraão ficou num impasse, porque o amor pelos filhos é o mesmo.

Todos os árabes são irmãos e todos eles são inimigos entre si, mas eles se unem para lutar contra Israel, porque consideram que Israel tomou o lugar deles.

O texto de Gênesis 37. 1-8, fala que José (filho de Jacó) era um garoto abençoado, honesto. Nessa terra quando você resolve ser uma pessoa boa, você é perseguido. Existem pessoas muito competentes, mas que canalizam sua capacidade para o mal. José canalizou sua capacidade para o bem. A Palavra de Deus diz que José contava ao seu pai os erros dos seus irmãos.

“Não é vergonha você ser dedo duro”. Se você ver alguém fazendo coisas erradas, você precisa contar. Não podemos ser coniventes com o erro, tão pouco nos omitir.

Abraão, ao ouvir a proposta de Sara, como homem de Deus deveria ter rejeitado, mas ele aceitou e praticou o erro.

José contava ao seu pai as coisas erradas que seus irmãos faziam. Muitos não querem contar os erros dos outros, porque não querem aumentar a sua responsabilidade.

Existem pessoas que não colocam adesivo que os identifiquem como cristão no carro, porque não querem dar bom testemunho.

Já há aqueles que não ‘deduram’ os outros porque têm medo de serem ‘dedurados’ também. Quando você fala o erro de alguém, você tem que andar mais na linha. Ao ter essa atitude José teve que ser mais santo.

O resultado foi que Jacó amava mais José que a seus irmãos. A honestidade e a santidade são recompensadas. José só dava alegria, prazer, satisfação ao seu pai.

Existem pessoas que querem ser amados, mas não fazem nada para serem amados. Querem ser reconhecidos na igreja, mas não fazem nada para se destacar, não se esforçam, não se doam.

Se você quiser que Deus se manifeste com maior poder na sua vida, precisará ser uma pessoa honesta, diferenciada e não poderá estar em comum acordo com o erro.

Por sua honestidade e por despertar amor no seu pai, José despertou ódio e esse ódio se acentuou quando ele relatou aos seus irmãos seu sonho.

Às vezes você tem um sonho e as pessoas têm ódio de você, porque você sonha. Até o pai de José não deu crédito ao sonho dele. Não deixe o que não presta entrar no seu ouvido.

Sabe por que as pessoas começam a falar de nós? É porque estamos nos destacando. “Ninguém atira pedra em fruto podre.”

A igreja tem um papel primordial. Você nunca verá pessoas pedindo ajuda a derrotados, mas verá sempre as pessoas pedir ajuda a vitoriosos.

Se você quiser começar a ser uma pessoa de destaque, decida ser um bom filho (a), um bom patrão, um bom empregado, um bom marido, uma boa esposa, etc.

Depois que José decidiu, Deus começou a colocar sonhos no coração dele. Deus não falou com José para ele ser uma pessoa honesta, ele decidiu.

Ref: Gn 49.22-26. José foi destacado, foi acima da média e foi abençoado por seu pai que reconheceu que ele era um homem diferente.

Pr. Jorge Linhares

Edição: Renata G. Santana

Comunicação Getsêmani

Jorge Linhares   é pastor da igreja batista Getsêmani, em Belo Horizonte (MG). Cursou Estudos Sociais e Teologia. É presidente do "CPEMG" (Conselho de Pastores do Estado de Minas Gerais), vice-presidente do "CIMEB" (Conselho Interdenominacional de Ministros Evangélicos do Brasil), presidente da "Associação de Escolas Cristãs de Minas Gerais" e do "FENASP" (Fórum Evangélico Nacional de Ação Política e Social). O pastor escreveu mais de 100 livros, entre eles o best-seller "Bênção e Maldição", que supero u a marca de um milhão de exemplares e foi traduzido para o inglês e o espanhol.  

veja também