Escola comemora Dia da Consciência Negra no sul do Maranhão

Escola comemora Dia da Consciência Negra no sul do Maranhão

Atualizado: Quinta-feira, 2 Dezembro de 2010 as 10:16

No dia 25 de novembro, a Escola Adventista de Imperatriz comemorou o Dia da Consciência Negra com exposição de trabalhos, danças folclóricas e diversas atividades.

Brenda Soares, aluna do 8º ano, disse que ler livro “Memórias da África” a ajudou a compreender a importância de quebrar as barreiras do preconceito e incluir pessoas através do cristianismo. O livro escrito por Emanuel de Jesus traz a história de jovens missionários que passaram grandes dificuldades ao levarem o cristianismo às tribos africanas.

Um prato típico da região Norte, o cuscuz fez parte da exposição de comidas típicas da África, o que surpreendeu o público. De acordo com a coordenadora pedagógica Ilca Moura, o objetivo da programação é justamente desenvolver a consciência de que a cultura brasileira tem suas raízes na cultura africana.

Para Ozirene Silva, mãe da aluna Ana Caroline, do Maternal II, esse tipo de programação é muito importante para que a criança compreenda que o racismo existe, mas deve ser quebrado.  “É muito importante discutir o tema com as crianças. Dessa forma, desde pequenos eles já desenvolvem o senso de inclusão”.

A festa ainda contou com apresentações de poesias e músicas, capoeira, desfile de roupas típicas, exposições de pinturas em tela e artesanatos africanos, e a presença de pais de alunos e da comunidade.

Por Anita Leite

veja também