Escola Sabatina adventista envolvida em disseminar esperança

Escola Sabatina adventista envolvida em disseminar esperança

Atualizado: Sexta-feira, 12 Novembro de 2010 as 9:54

Os dois últimos relatórios das áreas de atuação da Igreja Adventista para oito países sul-americanos foram apresentados na tarde desta quinta-feira, dia 11. O pastor Carlos Sánchez, diretor de Escola Sabatina, mostrou a realidade desta grande escola de instrução e formação bíblica que funciona através de voluntários todos os sábados, pela manhã, nas congregações adventistas.

Sánchez disse que o slogan, para os próximos cinco anos da Escola Sabatina, será estrategicamente Coração de Esperança. Os objetivos passam, necessariamente, pelo incentivo a que mais pessoas façam parte das classes e aumente a frequência dos que leem regularmente a lição específica. Além disso, o líder ressaltou a importância de se colocar em prática projetos capazes de intensificar as atividades recreativas, sociais e de resgate dos poucos frequentes à Escola Sabatina.

Publicações – Na área de publicações, o pastor Almir Marroni destacou, através de reportagem em revista semanal brasileira, que o mercado de vendas de porta em porta continua forte. Hoje o grupo que trabalha com literatura religiosa de porta em porta é formado por 3.119 colportores efetivos ou em tempo integral. Em 2005, eram 2.480. Sem contar os oito mil colportores estudantes que aproveitam as férias para divulgar livros de boa qualidade. Marroni explicou que, nos próximos anos, haverá uso de mecanismos via satélite para capacitação e qualificação dos colportores. A distribuição de livros missionários também está aumentando. Em 2006, foram apenas 1 milhão e 200 mil exemplares em relação a 2010 quando mais de 11 milhões de pessoas já receberam o livro Tempo de Esperança, que fala sobre a adoração a Deus no sábado.

veja também