Especialistas debatem criacionismo em seminário no Rio de Janeiro

Especialistas debatem criacionismo em seminário no Rio de Janeiro

Atualizado: Sexta-feira, 24 Setembro de 2010 as 11:03

A oitava edição do Seminário sobre a Filosofia das Origens, organizado pela Sociedade Criacionista Brasileira (SCB), mais uma vez apresentou razões coerentes para explicação da origem da vida sob o ponto de vista criacionista. Os convidados falaram tecnicamente, em diferentes áreas, a respeito de como descobertas e novos estudos têm amparado o conceito da criação literal do mundo em seis dias tal como descrita na Bíblia Sagrada.

O encontro, ocorrido no Rio de Janeiro, reuniu 290 pessoas que ouviram palestras e puderam tirar dúvidas com especialistas como: Nahor Neves Jr (A Geologia e o Meio Ambiente), Daniela Simonini (O Geomagnetismo Terrestre e o Meio Ambiente), Eduardo Lütz (A Criação do Universo e o Ambiente: ecossistemas de complexidade irredutível?), Enézio de Almeida Filho (O design inteligente e o meio ambiente), Maria da Graça Lütz (A Biologia e o Meio Ambiente), Marcos Eberlin (Antevidência Genial: o terceiro pilar do design inteligente), Christiano da Silva Neto (A ABPC e o Meio Ambiente), Marcus Vinicius Coimbra (A Microbiologia e o Meio Ambiente: evolução ou variação da população?) e Tarcisio da Silva Vieira (A química do pré-sal e o ambiente). Na oportunidade, foi lançado, em português, o livro “Em seis dias – Por que 50 cientistas decidiram aceitar a criação”, de autoria do PhD em química John Ashton, que trabalha como diretor de pesquisas na Sanitarium Health Food Company, empresa de propriedade adventista localizada na Austrália.

Uma das participantes, Rita Soares, considerou de grande relevância os temas apresentados. Na sua opinião, “os temas mostraram como a visão criacionista ou do design inteligente, em comparação com a visão evolucionista, provêm respostas mais coerentes para a realidade observada na natureza. Além disso, foram apresentadas algumas novas propostas de se interpretar os eventos naturais, mostrando que a explicação evolucionista não é suficiente nem coerente com os dados analisados”.

Para o presidente da SCB, Dr. Ruy Camargo Vieira, a ideia central de seminários é enfrentar a visão evolucionista com argumentos sólidos que testemunhem a favor de evidências de planejamento inteligente na natureza que apontam para um sábio e poderoso Criador. “Acreditamos que esse oitavo seminário foi um dos que mais se destacou pela homogeneidade do nível das apresentações e também por ter coberto de melhor maneira os vários campos afetados pela visão evolucionista”, comenta  

veja também