Esquecendo o exterior e preocupando-se com a vida interior

Esquecendo o exterior e preocupando-se com a vida interior

Atualizado: Sexta-feira, 11 Janeiro de 2013 as 8:50

 

Impressionante como na globalização e na conectividade, as pessoas ficam deslumbradas com a vida exterior. Há uma valorização exarcebada pelo exterior, o material, o visual e tangível.
 
As pessoas estão se tornando cada vez mais maximalistas e indiferentes. Encontram uma dificuldade gigantesca em perceber a vida interior.
 
O que acontece é que a vida interior não da Ibope. Ninguém almeja o anonimato, ficar no seu canto e viver sem paetês e lantejoulas. O que muitos querem é serem vistos e reconhecidos.
 
No famoso livro “A Imitação de Cristo”de Thomas À Kempis ele escreve sobre as quatro fontes da paz e a terceira  fonte é: “ busque os lugares inferiores da vida e tente mortificar o anseio de ser reconhecido e importante”.
 
A vida exterior é estéril. O autor William Power deixa claro que: “uma vida o tempo todo voltada para o exterior é improdutiva, infeliz e pouco saudável em muitos aspectos”.
 
Que tal mudar o caminho? Quem sabe chegou a hora de você ter um olhar carinhoso para com a vida interior?
 
Através da vida interior é que frutos saudáveis surgirão.
 
“Vivam em mim. Venham morar em mim, como eu moro em vocês. Assim como o ramo não pode produzir uvas por si mesmo, mas apenas se estiver unido à videira, vocês não podem produzir frutos se não estiverem unidos a mim”- João 15:4 (Bíblia- “ A Mensagem”)
 
 
Luciano Manga
 

veja também