"Estamos prontos para morrer, pois vamos para o céu", diz família cristã perseguida

A família de ex-muçulmanos que se converteu ao cristianismo teve sua casa incendiada pelos próprios vizinhos, em Bangladesh.

fonte: Guiame, com informações do Portas Abertas

Atualizado: Terça-feira, 20 Fevereiro de 2018 as 4:20

Imagem ilustrativa. A família tem sido perseguida por ter abandonado o islamismo e se convertido ao Evangelho. (Foto: Reprodução).
Imagem ilustrativa. A família tem sido perseguida por ter abandonado o islamismo e se convertido ao Evangelho. (Foto: Reprodução).

Uma família de cristãos está sendo duramente perseguida em Bangladesh. Por isso, eles pedem orações aos cristãos pelo mundo que se importam com aqueles que sofrem por amor a Deus.

Sirazul Haque é o patriarca. Ele tem 48 anos. Sua esposa se chama Jorina, ela tem 35 anos. Eles têm um filho e uma filha. Antes de se converterem ao cristianismo, eles eram muçulmanos. Por esse motivo, eles estão sofrendo.

A casa de Sirazul e Jorina chegou a ser incendiada pelos próprios vizinhos. Tal ação mostrou que eles não estavam seguros. Além disso, apesar de novos, seus filhos também sofrem perseguição. Eles são constantemente vítimas de bullying na escola.

Mas, as agressões não são realizadas apenas pela vizinhança. A própria família os tem atacado. O irmão mais velho de Sirazul e o sobrinho ameaçaram matá-lo várias vezes, e buscam formas de fazê-lo.

Recentemente, os irmãos de Sirazul entraram com um pedido na justiça para tirar a parte dele na herança de uma propriedade que pertencia aos pais deles. Tudo porque eles mudaram de religião, do islamismo para o cristianismo.

Como prova da conversão do irmão, eles apresentaram sua nova carteira de identidade (em Bangladesh, a religião consta no documento de identidade).

Na região, o que impera é o islamismo e também o hinduísmo. E apesar de toda a perseguição, eles se recusam a negar Jesus. “Estamos prontos para morrer, porque sabemos que vamos para o céu”, salientam.

A família ainda pede por orações: “Orem para que fiquemos firmes em nossa fé em Jesus até a morte”.

veja também