Estudantes distribuem 5 mil livros Ainda Existe Esperança em Salto

Estudantes distribuem 5 mil livros Ainda Existe Esperança em Salto

Atualizado: Sexta-feira, 8 Abril de 2011 as 10:57

 Integrantes do Corais do Instituto Adventista de São Paulo (IASP) distribuem mais de 5 mil livros “Ainda há Esperança” do autor Enrique Chaij. Cinco ônibus saíram no sábado, 2 de abril, em direção a cidade de Salto, SP, carregando esperança à 103 mil pessoas.

A caravana que também contou com a participação de alunos e funcionários do IASP foi orientada por líderes do projeto no auditório Arlete Afonso. Minutos antes da saída do grupo o diretor geral da Instituição Adventista, pastor Alacy Barbosa, encorajou os participantes. “Não volte com as mãos cheias. Lance todas as sementes”, diz. De acordo com ele, o objetivo maior é a pregação do evangelho e descobrir através da pesquisa que as duplas fariam, quais as pessoas interessadas no estudo da Bíblia.

O projeto “Plantando Igrejas” têm como objetivo abrir 40 novas congregações na região sudoeste de São Paulo, e 140 em todo o Estado paulista neste ano de 2011. Para isso, os 260 jovens foram divididos em duplas. Cada dupla recebeu um kit. No kit, 25 livros “Ainda há Esperança”, mais um mapa marcando a área de atuação de cada dupla na cidade e uma pesquisa para arrecadar o nome e endereço dos moradores visitados.

A professora Luci Perla Cordeiro, diz que sempre participou de projetos como este. Ela que também faz parte do Coral Jovem do IASP, veio acompanhada da irmã.”Eu gosto muito disso. Sempre busquei estar perto de atividades como estas”, compartilha. Já sua irmã Lílian Paula Cordeiro, adianta que não pôde ficar de fora do projeto porque já está envolvida há muitos anos no serviço missionário. “Eu não sou aluna e nem corista do IASP, mas o mundo está sedento por isso. É impossível guardar toda essa esperança que temos só pra gente”, enfatiza.

Durante as visitações muitos moradores aceitaram estudos mais profundos da Bíblia. Os irmãos Cristiane e Raul Urbano, por exemplo, disseram sim. “Somos orientados por vários meios do que vai acontecer, mas nada melhor do que a Bíblia”, admite Cristiane. Outro morador, vizinho dos irmãos Urbano, Jaciel Soares concorda com o que eles disseram e acrescenta que os eventos finais estão próximos. “O que passa na televisão é sempre pior de um ano para o outro. Mas isso é bíblico. Não me assusto porque a gente espera por isso”, afirma.

A campanha educativa de levar esperança aos lares aconteceu em 8 países da América do Sul. Na cidade de Salto, SP, o projeto “Viva Melhor” será reforçado aos moradores na redes de comunicação local, pois antes do trabalho evangelístico haverá palestras de saúde a população. “Realmente estamos precisando”, admite a moradora Eliana Fernandes ao receber o livro.

veja também