Estudantes sequestrados em escola cristã de Camarões são libertados

Homens armados prenderam as crianças, o diretor e outros adultos de uma escola em Camarões.

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Sexta-feira, 16 Novembro de 2018 as 4:36

A maioria havia sido libertada na semana passada, mas dois garotos, o diretor e um guarda do dormitório permaneceram como reféns até a última segunda-feira. (Foto: Reuters).
A maioria havia sido libertada na semana passada, mas dois garotos, o diretor e um guarda do dormitório permaneceram como reféns até a última segunda-feira. (Foto: Reuters).

Os sequestradores libertaram, na última segunda-feira (12), o último dos cerca de 80 estudantes feitos reféns na semana passada em um passeio feito por uma escola. As informações são de um ministro da igreja que negociou a libertação.

Homens armados prenderam as crianças, o diretor e outros adultos em Bamenda, um centro da conturbada região de língua inglesa do país, onde os separatistas estão lutando para formar uma república chamada “Ambazonia”.

A maioria foi libertada na semana passada, mas dois garotos, o diretor e um guarda do dormitório permaneceram como reféns até a segunda-feira.

"Posso confirmar que todos os reféns estão livres", disse Louis Begne, um porta-voz do governo regional, sem fornecer detalhes sobre sua libertação. Samuel Fonki, o ministro da Igreja Presbiteriana que negociou a libertação, confirmou que todos foram libertados.

Os militares e Fonki afirmam que o rapto foi entre separatistas anglófonos. Impedir que as crianças frequentem a escola é uma tática preferida dos homens armados, que dizem que as escolas estão sendo usadas para espalhar propaganda do governo.

Um porta-voz dos separatistas negou isso e disse que o exército levou o sequestro a sério.

veja também