"Eu condenei minha mãe pelas crenças dela", diz Caroline Celico

"Eu condenei minha mãe pelas crenças dela", diz Caroline

Atualizado: Quinta-feira, 21 Julho de 2011 as 10

Mulher de Kaká fala sobre religião e diz que percebeu “o quanto estava errada”

“Eu e minha mãe tivemos conflitos por isso, mas não temos mais. Eu conheci a igreja Renascer quando era nova, aos 15 anos, quando comeicei a namorar o Kaká e pedi para ir com ele à igreja. E não soube muito dividir as coisas, equilibrar inha razão e emoção, então acabei condenando aquilo que eu achava errado ou que me falavam que estava errado. Eu condenei muito a minha mãe por algumas crenças dela”, comentou a mulher de Kaká referindo-se à Rosângela Lyra, que é católica.

“E ela, por seu lado, teve um senso de proteção naquela época. Ela achou que eu estava muito desequilibradana época, no sentido de ficar frequentando demais a igreja e achar que, quanto mais fosse, mais estaria perto de Deus. Isso é o oposto do que eu creio hoje. Agora vejo o quanto errada eu estava”, completou.

veja também