Eu não leio a Bíblia todos os dias

Eu não leio a Bíblia todos os dias

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:24

Isso mesmo, não leio. E vou dizer o motivo. Mas primeiro, deixe-me dizer porque eu quero lhe falar sobre isto.

Recentemente, eu aconselhei uma mulher que veio a nossa igreja pela primeira vez. Ela costuma frequentar outra igreja, mas veio me pedir oração, porque queria se sentir mais perto de Deus. Ela disse que percebeu que estava decepcionando a Deus. Quando lhe perguntei o que a fazia pensar isso, ela mencionou que se sentia culpada por não fazer o que ela sabia que deveria fazer como cristã, citando como exemplo ler a Bíblia todos os dias. 

Perguntei-lhe se ela sabia que as pessoas de quem lemos na Bíblia não liam a Bíblia todos os dias. Ela olhou para mim como se tivesse dito a ela que eu era um marciano. Expliquei: "Você sabia que Abraão não tinha nem sequer uma Bíblia? E que, na verdade, esse era o caso da maioria das pessoas na Bíblia?" 

É claro que ela nunca tinha ouvido falar ou pensado nisso. O ensinamento de ter que ler a Bíblia todos os dias é algo recente, que apenas surgiu quando a Bíblia se tornou disponível para a maioria das pessoas em forma de livro.

Não me interprete mal. Eu acho que é ótimo se você tem a disciplina e tempo para ler a Bíblia todos os dias. Mas o que irá ajudá-lo ao máximo não são as leituras diárias, mas, sim, a meditação, o exercício de pensar sobre algo que Deus disse, deixando aquilo atuar em você e através de você, mudando, desafiando e incomodando o seu ser até que você faça algo a respeito que irá ajudá-lo mais do que simplesmente ler.

A Bíblia diz que a fé vem pelo ouvir a Palavra de Deus, certo? Então, como Abraão se tornou o pai da fé sem nunca ter possuído uma Bíblia e sem ter ido à igreja para ouvir um pregador?

Porque ele PENSAVA sobre o pouco que ouvia de Deus. Mesmo que as mensagens divinas, às vezes, chegassem a ele em intervalos de vários anos, Abraão não esquecia o que ele tinha ouvido de Deus. 

Isso é o que eu faço. Eu leio a Bíblia. Mas eu não a leio apenas com os meus olhos. Eu uso o meu cérebro. E o que o meu cérebro e o meu espírito colhem a cada meditação me alimenta por dias até que eu termine de meditar naquela passagem e esteja pronto para outra. 

Então, eu posso não ler a Bíblia todos os dias. Mas você pode apostar que eu estou pensando o dia todo sobre o que eu li da última vez, e buscando maneiras de colocar aquilo em prática em minha vida. 

E não, eu não me sinto nem um pouquinho mal nem culpado sobre isso. Ao contrário. Eu me sinto ótimo, obrigado!

Texto retirado do blog do bispo Renato Cardoso

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições