Evangélico, Lúcio não acredita que religião cause problemas na seleção

Evangélico, Lúcio não acredita que religião cause problemas na seleção

Atualizado: Segunda-feira, 3 Maio de 2010 as 12:22

Em entrevista ao jornal O Globo por telefone, o capitão Lúcio falou sobre a decisão da Fifa em proibir manifestações religiosas durante a Copa na África, após os jogadores da seleção terem exbido camisas com mensagens bíblicas em comemoração pela vitória do Brasil na Copa das Confederações. "Não acho nada demais, mas quem manda é a Fifa. Só agradecemos a Deus, expressamos nossa fé", afirmou.

Questionado sobre a possibilidade de ser arriscado levar religião para dentro da seleção, uma vez que nem todos comungam da mesma fé, Lúcio disse: "Religião é uma coisa individual. Nós, evangélicos, só nos reunimos nos dias de folga. Não atrapalha nada. Juan não é evangélico, não participa de culto e ainda assim é um dos com quem mais me identifico".

O jogador ainda falou a respeito da classificação do Internazionale para a final de Liga dos Campeões, sua observação sobre os técnicos Parreira, Felipão e Dunga, e o favoritismo do Brasil para a Copa na África. Para ler na íntegra, clique aqui .

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também