Evangélicos ajudam a aprovar projetos de apoio à guarda municipal

Evangélicos ajudam a aprovar projetos de apoio à guarda municipal

Atualizado: Quarta-feira, 18 Maio de 2011 as 8:28

Em sessão que contou com a participação de integrantes da Guarda Municipal; representantes da Associação Missionária de Evangélicos Cristãos (Amec); da Sociedade Esportiva União; e dos secretários municipais: de saúde, Carlos Alberto Caieiros; e da agricultura, Mari Braganhol; a Câmara Municipal de Ariquemes (RO) aprovou em sessão realizada nesta segunda-feira (16), três projetos e uma moção de apoio em favor das entidades que trabalham em prol da sociedade ariquemense.

A primeira votação foi única e em favor da Moção de Apoio 001/11 de autoria dos vereadores ao Movimento Nacional pela regulamentação das Guardas Municipais e que tem como relatora, a vereadora Rosa Pereira (PSL). “Este modelo de moção de apoio foi adquirido em São Paulo quando fiz uma visita por lá e vi que está sendo adotada para a regulamentação dos serviços. O trabalho de vocês é louvável, vocês têm feito muita coisa por Ariquemes, por isso merecem nosso apoio”, disse a relatora, aos Guardas Municipais presentes na sessão, recebendo apoio unânime dos vereadores e sendo elogiada pelo presidente da Casa, vereador Valmir Francisco dos Santos (Val do PT).

Requerimento

Em seguida, os legisladores aprovaram também o Requerimento 1698/11 de autoria do vereador Clovis José (PMDB) que convoca o secretário Municipal de Educação Edson Fernandes a comparecer à Casa de Leis para, segundo o autor, “prestar esclarecimentos sobre reclamações de pais e alunos e a maneira como está sendo conduzida a educação do município”.

Depois, os vereadores votaram e aprovaram outros dois projetos de Lei autoria do Executivo Municipal: o 2037/11 e 2038/11 que tratam sobre a doação de áreas a Sociedade Esportiva União, que tem como relator o vereador Vanilton Cruz (PTC); e a Associação Missionária de Evangélicos Cristãos, que tem como relator o vereador Tibério Rocha (PPS).

Em seu discurso, o vereador Enoque Nunes (PMDB) fez questão de frisar que sabe que “a Amec não medirá esforços para construir a obra em tempo hábil”. A vereadora Rosa pediu dispensa de segunda votação do projeto da Amec e teve seu pedido aprovado pelos parlamentares da Casa.

veja também