Evangélicos ameaçam pastor por desavenças políticas

Evangélicos ameaçam pastor por desavenças políticas

Atualizado: Terça-feira, 14 Setembro de 2010 as 8:22

O candidato do PSDC ao Governo do Estado de Sergipe, pastor Arivaldo José, vem sendo ameaçado pelos evangélicos Cesário Silva (PT) e um outro de nome Esdras, em razão de um e-mail que o candidato vem passando a vários pastores do Estado – e do País – pedindo para que não votem no Partido dos Trabalhadores, em razão da legenda ter projetos que trarão prejuízos à Igreja.

Neste momento, 18:20 horas desta segunda-feira (13), a Direção Regional do PSDC está reunida em sua sede, para decidir quais as providências que devem tomar. A primeira delas é denunciar o fato ao Tribunal Regional Eleitoral e a segunda é solicitar providências à Polícia Federal sobre as ameaças feitas ao Arivaldo e também aos seus familiares.

Cesário Silva e Esdras trabalham no Governo do Estado e falaram do telefone 8819-3950 para as ameaças. O presidente regional do PSDC, Adelson Alves, isentou o governador Marcelo Déda (PT), candidato à reeleição de qualquer culpa nessas ameaças: “Déda é um homem de bem e da paz. Jamais se envolveria em fatos dessa natureza”, disse Alves.

O fato

O candidato a governador Arivaldo José contou que por volta das 15:30 horas de sexta-feira (10) estava em seu carro, quando recebeu telefonema de Cesário Silva fazendo-lhe ameaças e pedindo que ele sustasse o envio dos e-mails aos pastores “porque se não você vai ver, pode se preparar”.

Cesário foi claro no telefonema, segundo revela Arivaldo José: “li o e-mail que você enviou aos pastores e se você não se retratar, não qualidade de dirigente do partido – PT – vou tomar as providências. Você vai ver, pode se preparar”.

O pastor Arivaldo perguntou: “qual é o crime?” E Cesário respondeu: “não falo como irmão evangélico, mas como dirigente petista”, respondeu-lhe e repetiu que o pastor veria o que poderia acontecer.

Arivaldo explicou que o e-mail foi enviado a nível nacional para todos os membros das igrejas evangélicas, lembrando que se alguns projetos que tramitam na Câmara Federal se forem aprovados vão de encontro ao pensamento dos cristãos. No e-mail, Arivaldo acrescentou: “não vote no PT”.

Telefonema

Mas Cesário Silva não ficou apenas nessa conversa com o pastor Arivaldo José. No sábado (11) pela manhã, um cidadão chamado Esdras, ligou para a residência de Arivaldo para falar com seu filho: “como ele não se encontrava falou com a minha mulher e fez as mesmas ameaças”.

A redação do Faxaju Online ligou para o celular de Cesário e ele atendeu, mas disse que não falaria no assunto, porque não sabia quem estava do outro lado da linha. O repórter se identificou, mas ele insistiu em não dar nenhuma explicação.

O Faxaju Online insistiu e falou com um dos membros da campanha, que admitiu: “isso é muito chato, no momento que tudo está bem”. Explicou que se trata de uma “disputa pela liderança de associações de pastores, que de alguma forma prejudica o nosso trabalho”.

veja também