Evangelismo da Associação Paulistana adventista realiza vigília

Evangelismo da Associação Paulistana adventista realiza vigília

Atualizado: Segunda-feira, 7 Fevereiro de 2011 as 10:46

Já passava da meia noite e mais de 700 pessoas acompanhavam a primeira vigília do Departamento de Evangelismo da Paulistana. A programação – que aconteceu das 20h do dia 29 de janeiro às 5h do dia 30, na igreja Central Paulistana, teve como o tema a frase “Centuriões do Evangelismo”.

Além de muita música e comunhão, o objetivo da programação foi motivar os coordenadores de classes bíblicas, promover capacitação, atualização de cadastro e lançamento de novas estratégia de  trabalho. O pastor Lucas Prestes - evangelista da Paulistana - disse que este ano foram escolhidos 15 distritos que se envolveram no evangelismo diferenciado. As classes bíblicas nos distritos têm como alvo alcançar 100 pessoas para o batismo.

Chamados de Centuriões do Evangelismo, cada  membro envolvido no projeto é desafiado a alcançar o “território da conquista”, ou seja, alcançar 100 pessoas com convites para eventos da igreja, entregar folhetos e distribuir o livro missionário “Ainda Existe Esperança”.

Ivanaldo Nunes da Silva é apaixonado pelo trabalho de evangelismo. No ano de 2010 levou 10 pessoas para o batismo e deu o seu testemunho na vigília. “Quando estamos envolvidos no trabalho missionário e estudamos a palavra de Deus com as pessoas, o efeito é maravilhoso. Precisamos levar a mensagem de salvação  e esperança neste mundo perdido”, disse Ivanaldo, da cidade de Praia Grande.

Homenagem especial para o Pr. Alcides Campolongo - pioneiro no evangelismo televisivo brasileiroEdilson Lopes Macedo de 32 anos e a sua esposa Andressa Macedo de 27 foram batizados durante a programação.  Para eles, o evangelismo foi o fator  mais importante para a decisão do batismo. Por meio da amizade com o Ivanaldo, eles estudaram e conheceram a palavra de Deus.

O evangelista da União Central Brasileira (UCB) – pastor Rafael Rossi - esteve presente no evento. Na visão dele, “a vigília é uma busca, um preparo, um plantio espiritual. Uma noite inteira de oração é uma prova que as pessoas dão - que buscar a Deus -  é mais importante do que dormir”, disse Rossi. Em relação ao evangelismo da Paulista, o evangelista disse que a assoicação está num foco muito interessante, que é despertar o trabalho da igreja. Não apenas na figura de um evangelista como um profissional fazendo o trabalho do evangelismo público, mas multiplicando a pessoa do evangelista em centenas e milhares de pessoas. “Aqui no território da Paulistana são mais de nove milhões de habitantes. Se um só falar, a voz será pouco ouvida; mas se 32 mil pessoas falarem – que é o número de membros da associação-  eu tenho certeza que nove milhões irão ouvir”, disse o pastor.

Samuel Rocha tem 18 anos e é natural de Cochabamba, Bolívia. Ele frequenta a Comunidade Hispana e gostou muito da vigília. “No meu país eu também era um evangelista, mas aqui a pregação é mais forte. A vigília está ótima e a programação está muito bonita”.  

veja também