Evangelismo não é: centralizado no homem

Evangelismo não é: centralizado no homem

Atualizado: Quarta-feira, 11 Dezembro de 2013 as 2:06

egoAlgumas estrate?gias de evangelizac?a?o procuram tornar o evangelho mais atraente aos incre?dulos por apresentar todos os benefi?cios e deixar o custo para depois. Eles prometem que voce? experimentara? mais satisfac?a?o, menos estresse, um melhor senso de comunidade e um senso crescente de significado na vida — e estara? preparado para a eternidade! — se apenas fizer a decisa?o por Cristo agora mesmo. Todas essas coisas podem estar bem pro?ximas do ouvinte incre?dulo. Mas, o que essa “evangelizac?a?o be- ne?fica” faz com o evangelho bi?blico? Faz que o evangelho bi?blico parec?a concentrar-se em mim, em melhorar a minha vida e tornar-me mais feliz.
 
E? verdade que somos os beneficia?rios e Deus, o benfeitor. Na?o somos aqueles que “fazem um favor a Deus”, por tornarmo-nos crista?os. Contudo, o evangelho na?o se concentra em mim. O evangelho e? Deus revelando a sua santidade e miserico?rdia soberana. O evangelho e? a glo?ria de Deus e sua obra de reunir adoradores para Si mesmo, pessoas que O adorara?o em espi?rito e em verdade. O evangelho se focaliza na satisfac?a?o da santidade de Deus, por fazer Cristo morrer em favor dos pecados de todos os que se arrependem e cre?em. A esse?ncia do evangelho e? Deus criando um nome para Si, por reunir um povo e separa?-lo para Si mesmo, a fim de espalhar sua fama entre as nac?o?es.
 
A “evangelizac?a?o bene?fica” enche nossas igrejas com pessoas que sa?o ensinadas a esperar que tudo ocorrera? como elas querem, ta?o-somente porque se tornaram crista?s. Mas Jesus prometeu perseguic?a?o para aqueles que O seguem; Ele na?o prometeu privile?gios mundanos (Jo 15.18-16.4; cf. 2Tm 3.12). Queremos edificar igrejas e crista?os que perseveram em meio a? aflic?a?o, que esta?o dispostos a sofrer, serem perseguidos e morrerem por causa do evangelho de Cristo, porque valorizam a glo?ria de Deus mais do que os benefi?cios temporais da conversa?o. Na?o queremos que as pessoas se tornem crista?s porque isso lhes reduzira? o estresse. Desejamos que se tornem crista?s porque sabem que precisam se arrepender de seus pecados, crer em Jesus Cristo, tomar com alegria a sua cruz e segui-Lo para a glo?ria de Deus.
 
Ha? realmente benefi?cios maravilhosos na vida crista?. No entanto, ser teoce?ntrico na evangelizac?a?o, focalizando menos os benefi?cios temporais e mais o cara?ter e o plano de Deus, contribui para que mais crista?os estejam dispostos a sofrer e mais igrejas sejam motivadas pela glo?ria de Deus.
 
 
- Mark Dever e Paul Alexander
Texto retirado do livro Deliberadamente Igreja, do capítulo 3 “Evangelização com Responsabilidade“, trecho “Centralize-se em Deus” (Pg 69 e 70).
Do original: “The Deliberate Church” (Pg 54 a 57).
Tradução: Francisco Wellington Ferreira
 

veja também