Evangelista resgata mulheres e crianças da exploração sexual: “Somos livres em Cristo”

Christine Caine viu cartazes com crianças e mulheres desaparecidas e entendeu que procurá-las era seu chamado.

fonte: Guiame, com informações da Bible Gateway

Atualizado: Quarta-feira, 22 Novembro de 2017 as 11:04

Christine Caine acredita que fomos criados para viver livres em Cristo. (Foto: Reprodução).
Christine Caine acredita que fomos criados para viver livres em Cristo. (Foto: Reprodução).

Você saberia como identificar o seu chamado? O que Deus quer que você faça para o Reino? Christine Caine percebeu o dela de uma forma simples e em intimidade com Deus. Ela é a fundadora da Campanha A21 (mais conhecida como A21), uma organização não-governamental, sem fins lucrativos que trabalha para combater o tráfico humano, incluindo exploração e tráfico sexual, trabalho escravo forçado, trabalho involuntário, servidão doméstica e criança soldado.

Tudo começou em 2008 quando ela desembarcou em um aeroporto na Grécia. “Fiquei atraída por uma série de cartazes colocados ao longo de uma parede. Cada cartaz apresentava fotos de crianças bonitas, com uma palavra estampada em letras maiúsculas na parte superior e inferior de cada cartaz: Desaparecidos”, contou em entrevista para o site Bible Gateway.

“Os pastores locais explicaram que havia uma suspeita de que a maioria dessas crianças e mulheres haviam sido sequestradas. Nas semanas que seguiram, Deus continuou trazendo-me de volta os nomes e rostos estampados nesses cartazes. Eu sabia que tinha que fazer algo. Nick e eu começamos meses de pesquisa e descobrimos que essas crianças e mulheres não estavam apenas desaparecidas, elas eram possíveis vítimas de tráfico humano”, ressaltou.

“Após todas as nossas pesquisas, extensas orações e meses de discussão com nossos pastores, acreditamos que Deus estava nos pedindo para iniciar uma organização para alcançar, resgatar e restaurar as vítimas do tráfico humano. Esse salto de fé levou a criação da A21”, disse.

Liberdade em Cristo

Christine afirma: “Todos fomos criados para viver em completa liberdade por meio de Cristo, e é minha missão da vida ver a liberdade sendo levada a cada uma das vítimas do tráfico humano”.

A evangelista não parou por aí. Ela também fundou a “Propel Women”. Ela diz: “Eu estava vendo uma geração de mulheres cujos dons e talentos eram inexplorados para o reino de Deus. Em vez disso, elas estavam sendo mantidas presas pelo medo, vergonha e insegurança. A Propel começou com a simples, mas poderosa, missão de ajudar todas as mulheres a inflamar sua paixão, descobrir seu propósito e maximizar seu potencial para a causa de Jesus Cristo”.

Viver em missão

“Deus criou todos e cada um de nós para um propósito. Nossa missão aqui é descobrir o que Ele nos destinou para fazer e executar essa tarefa com fidelidade. Isso é viver na missão. As Escrituras nos dizem que o mesmo Espírito que ressuscitou Cristo dentre os mortos vive dentro de mim e de você. Mantendo-se em paz com esse Espírito, preenchendo nossas mentes com a Palavra de Deus, assim seremos ajudados a manter nossos olhos focados em Jesus e em sua verdade, de modo que não seremos abalados pela turbulência da vida”.

 Ser apaixonados por Cristo nos mantém motivados para atingirmos obstáculos. Isso nos dá energia e nos ajuda a realizar coisas que nunca pensamos ser possíveis. Mais importante ainda, a vida apaixonada inspira aqueles que nos rodeiam a conhecer Jesus em um nível pessoal”, finalizou.

veja também