Ex-drogada tem casamento restaurado ao se entregar a Jesus: "Deus me completou"

Victorya teve uma infância bastante conturbada e isso fez com que ela entrasse no mundo das drogas. Traída pelo pai e pelo esposo, ela se sentiu sozinha até que encontrou Jesus.

fonte: Guiame, com informações da CBN News

Atualizado: Terça-feira, 18 Julho de 2017 as 1:58

Victorya começou a ir à igreja e aprendeu que precisava de um verdadeiro relacionamento com Jesus Cristo. (Foto: Reprodução).
Victorya começou a ir à igreja e aprendeu que precisava de um verdadeiro relacionamento com Jesus Cristo. (Foto: Reprodução).

As memórias de infância de Victorya são de um pai alcoólatra que negligenciou e abusou de seus oito filhos e sua mãe. Ela lembra: "Quando meu pai recebia o salário, gastava tudo em álcool e com seus cavalos. Isso me fazia se sentir muito triste, muito ferida, muito solitária". Esses anos formaram uma péssima visão de família para ela. "Meu pai dizia para mim que eu não era nada, que não era uma boa pessoa. Eu passei a me considerar uma mulher estúpida e não gostava mais de mim".

Os pais de Victorya se divorciaram quando ela tinha 16 anos. Sua mãe e seus irmãos se mudaram para Oceanside, Califórnia. Lá, ela encontrou uma nova “família”, um grupo de adolescentes que bebiam e se drogavam. "A vida nas drogas passou a ser minha nova forma de viver. Eu estava tentando escapar de tudo o que eu tinha passado. Quem eu era, o que eu era. Eu estava tentando escapar de todas aquelas memórias tristes e ruins", disse.

Mais tarde, aos 20 anos, Victorya mudou-se com um homem que a fez se sentir especial. Ela parou de fazer festas e teve duas filhas. Ele não era perfeito, mas era algo. Ela conta: "Pensei que havia achado o amor que eu estava procurando e criei essa família, criei essa casa". Até que um dia ela pegou seu esposo com outra mulher.

"Primeiro fui traída por meu pai, agora me sentia traída por esse homem. Meu coração havia sido destruído em um milhão de pedaços. Eu não me sentia boa o suficiente". Victorya sentiu que precisava fugir. Durante os dois anos seguintes, ela partiu e tentou deixar seu passado para trás. Mas ainda parecia insatisfeita. Ela lembrou que sua mãe costumava orar.

Ela recorda: "De pé, na janela do meu quarto, estava chovendo e eu só lembro que comecei a chorar e a pedir a Deus para me ajudar". Ela mudou seu estilo de vida e, pela primeira vez ficou feliz. Ela se aproximou de Deus, mas mesmo esse relacionamento se sentia incompleta. "Foi a sensação de que algo está faltando. Eu não sabia o que era, mas entendia como uma necessidade e que precisava lutar por isso".

O início da mudança

Victorya começou a ir à igreja e aprendeu que o que ela estava precisando era de um verdadeiro relacionamento com Jesus Cristo. Então, uma noite, ela assistiu uma pregação que invadiu seu coração. Gordon Robertson estava falando sobre Jesus e pediu aos espectadores que orassem. Victorya pediu a Cristo para entrar em sua vida. "Eu senti meus pés formigarem e isso foi aumentando, chegando tão alto, no meu peito que eu pensei: 'Oh, meu Deus, o que ... o que é isso? O que está acontecendo? E subiu, subiu, e assim que chegou ao topo da minha cabeça, tudo explodiu”, conta.

“Foi assim que, de repente, me vi em uma luz branca, pura e que brilhava em todos os lugares. Ouvi essa voz me dizer: ‘Você pode perdoar?’ Girei lentamente minha cabeça para a direita e vi Jesus parado lá. E eu estava olhando para ele e Ele disse, pela segunda vez: ‘Você pode perdoar?’ E então eu disse: 'Sim, eu posso perdoar'. Naquele momento, é como se fossem foguetes saindo de mim. Era como se todas essas cores do arco-íris estivessem me abraçando e passando por mim”, comentou.

Victorya estava finalmente livre de seu passado, e do ódio que ela havia carregado durante tantos anos. Ela diz: "Encontrei tudo o que estava procurando naquele momento. Deus era tudo o que estava procurando. Ele era tudo o que faltava na minha vida". Deus restaurou o relacionamento de Victorya com seu pai e com seu ex-marido, pai de suas duas filhas. "Jesus é tudo para mim. Ele é o amor da minha vida. Ele é minha rocha”, finalizou.

veja também