Ex-presidente do Flamengo fala da importância do Evangelho em sua vida

Ex-presidente do Flamengo fala da importância do Evangelho em sua vida

Atualizado: Segunda-feira, 20 Maio de 2013 as 12:09

 

Edmundo Santos Silva foi presidente do Flamengo em 1999, mas o que parecia ser o início de uma boa época, transformou-se em pesadelo.
 
A trajetório no clube carioca terminou 'no fundo do poço', como ele mesmo diz.
 
Ele sofreu impeachment na Gávea e foi preso em 2003, acusado de desviar 200 milhões de reais dos cofres do clube carioca.
 
edmunso santos silvaNessa mesma época, Edmundo conta que pensou em suicídio. Hoje ele confessa não sentir mágoa de ninguém e só pensa em reconstruir o que perdeu. O que lhe ajudou foi a fé em Deus.
 
“Me tornei evangélico em 2003 e foi isso que me ajudou muito. Passei a conversar com Deus e procurar entender tudo o que acontecia. Levo tudo pelo perdão. Hoje, sou uma pessoa tranquila, que aceita tudo o que passou e tenta reconstruir sua vida”, revela.
 
Mas o drama não parou por aí. O ex-presidente do Flamengo também foi acusado de fazer parte de uma quadrilha de fraudadores do INSS e da Receita Federal, ele foi detido e passou três noites na prisão. Além disso, sofreu com a leucemia de sua neta, e enfrentou uma doença que quase o deixou paraplégico.
 
"Isso destrói a vida de um homem. Saí de lá, fui para casa e pensei em me matar. Nada fazia sentido. Me perguntava o porquê de ainda estar ali. Não queria mais sofrer. Sorte que passei a mão na Bíblia, conversei com meus filhos e me acalmei”, lembrou.
 
O relacionamento com a ex-judoca e técnica da seleção brasileira Rosicléa Campos, o ajudou a superar a má fase. Além disso, ele garante que o relacionamento com Deus fez toda a diferença.
 
 
com informações da UOL
 

veja também