Expoevangélica 2020 acontece em julho e quer arrecadar 40 toneladas de alimentos

O evento se realizará de 1 a 4 de julho no Centro de Eventos do Ceará e a meta foi confirmada pelo idealizador da feira, pastor Francisco Everton.

fonte: Guiame, por João Neto

Atualizado: Terça-feira, 11 Fevereiro de 2020 as 1:44

A Expoevangélica reúne dezenas de milhares
A Expoevangélica reúne dezenas de milhares

“A Expoevangélica tem uma liderança, mas o dono deste evento é Deus”. A declaração do pastor e idealizador da feira de artigos evangélicos que já se consolidou como uma das maiores do Brasil ressalta as intenções que vêm guiando a iniciativa durante 15 anos, em Fortaleza.

Com data confirmada para os dias 1 a 4 de julho de 2020 no Centro de Eventos do Ceará, o evento comemora seus 15 anos cheio de boas expectativas e uma grande meta de para cumprir seu propósito missionário: arrecadar 40 toneladas de alimentos a serem doados para instituições sociais.

Falando com exclusividade ao Guiame, o pastor e idealizador da Expoevangélica, Francisco Everton, falou sobre o empenho da organização em cumprir mais uma vez o propósito do evento, o sucesso de público e a credibilidade que a feira alcançou entre as gravadoras e cantores cristãos.

Confira a entrevista na íntegra, logo abaixo:

Portal Guiame: O caráter missionário da Expoevangélica tem se confirmado a cada ano, seja com as arrecadações de alimentos ou com as pregações. Há alguma meta de arrecadação de alimentos para 2020. Quais instituições serão apoiadas?

Pastor Everton: Realmente, a Expoevangélica sempre teve esse caráter missionário, de ajudar os nossos irmãos, não só do estado do Ceará, mas como de fora também. Então, a nossa meta é arrecadar 40 toneladas de alimentos este ano e essas toneladas serão distribuídas para vários segmentos. Um deles é o projeto Ebenézer, que é uma Casa de Recuperação de dependentes químicos; outro é o projeto Cidade Criança, que apoia 480 crianças, dando refeições diárias a elas; temos missionários no sertão nordestino e também o projeto África. Estas são as quatro âncoras da arrecadação, mas também enviamos a pastores, que distribuem esses alimentos para outros projetos e assim vamos ajudando.

Guiame: O sucesso de público do evento é notório. A quê o senhor credita um crescimento do evento nessa proporção?

Everton: Graças a Deus, a Expoevangélica não traz bandeira de igreja. Esta feira não é minha, ela é nossa, é do povo de Deus, tanto que este é nosso slogan: ‘Um evento para o povo de Deus’. Então, tanto o papai, quanto a mamãe, o jovem, a criança e o adolescente, já têm um compromisso com a Expoevangélica. Então, a cada ano, o público da feira aumenta e isso é importante para nós. Queremos sempre ter esse povo unido. Para nós é uma alegria muito grande saber que existe uma aceitação cada vez maior entre as igrejas, denominações e pastores.

Guiame: Atualmente, a Expoevangélica também se tornou um evento que tem credibilidade entre os cantores cristãos - desde os iniciantes aos mais experientes - como uma boa oportunidade para que divulguem seus trabalhos. Como o senhor analisa o alcance dessa credibilidade ao longo desses 15 anos?

Everton: Este é um trabalho feito com base na confiança, segurança e acima de tudo, a estrutura que a gente procura manter para as gravadoras, cantores e editoras. Eles sabem que a Expoevangélica é uma feira diferente. Apesar do nome que ela leva e de seu caráter como feira, deixamos claro o objetivo missionário do evento, a começar pela entrada, na qual o ingresso é 1kg de alimento não perecível. Chegamos à 15ª edição sem cobrar um centavo de entrada. Pelo contrário, investimos para arrecadar alimentos para as pessoas. A maioria dos cantores que comparecem ao evento têm esse sentimento missionário e estão contribuindo também. Cada um que vem, deixando de cobrar cachê da feira, está contribuindo com essa arrecadação de alimentos.

Então, essa dimensão chegou de uma forma muito forte entre os cantores, de modo que hoje me sinto até constrangido por não deixar que todos os cantores se apresentem. Talvez as pessoas não entendam isso. Podem achar que é por má vontade da nossa parte, mas não é. Realmente, são muitos cantores para pouco tempo. Os cantores que se apresentam acabam cantando uma ou no máximo três músicas. É uma raridade quando cantam quatro músicas.

Graças a Deus, os cantores têm nos procurado e confirmado suas presenças cada vez mais cedo. Exemplo disso é que no ano passado mesmo, o Novo Som já pediu pra colocar a confirmação deles na Expoevangélica 2020 no telão, durante a apresentação deles no palco. Então, existe essa alegria do cantor em confirmar com um ano de antecedência que estará conosco.

É algo que nos deixa muito felizes, saber que eles estão envolvidos nesse projeto, que o Portal Guiame também conosco desde o início e recebemos mensagens vindas de todo o Brasil, com pessoas se dispondo a apoiar a Expoevangélica. Então, é um evento que todo mundo abraçou. É um projeto diferente, que tem uma liderança, mas não tem o dono. O dono desse evento é Deus.

veja também