"Expulso demônios pelo poder da palavra de Deus" diz Pr. Dion Robert

"Expulso demônios pelo poder da palavra de Deus" diz Pr. Dion Robert

Atualizado: Quarta-feira, 23 Fevereiro de 2011 as 2:52

Dion Robert iniciou sua carreira como agente policial para fazer a diferença em Abidjan, na Costa do Marfim, porém os planos foram mudados por Deus e ele é atualmente pastor de uma das maiores igrejas em células do mundo, e usado pelo Senhor para transformar todo o oeste africano de língua francesa.

Deus o guiou a plantar uma igreja iniciando apenas com sua esposa e filha. Hoje, depois de 25 anos, o pastor Dion preside mais de 58 igrejas satélites ao redor da cidade. Com sua humildade e paixão pelas coisas de Deus, ele é pastor de aproximadamente 200 mil membros, com cerca de 1.200 igrejas e mais de 60 mil participantes, semanalmente.

O objetivo da sua igreja, a Eglise Baptiste Oeuvres et Mission International [Igreja Batista Obras e Missões] é impactar sua nação com escolas, universidades, hospitais e clínicas médicas. Ela ainda é considerada notável por sua organização impressionante e eficaz.

Um dos grandes desafios da igreja no país é lutar contra a feitiçaria e pactos demoníacos. Grande parte da população africana é envolvida em praticas satânica e para libertar o povo das trevas, Dion Robert organiza por todo o país grandes cruzadas evangelísticas. “A Costa do Marfim é dominada pela feitiçaria, as pessoas pactuam e adoram o diabo para conseguir o que querem” elucidou.

As cruzadas organizadas por Robert chegam a reunir mais de 50 mil pessoas em busca de libertação. “No meio de 72 mil obreiros escolhemos quais vão participar da campanha e dividimos os ministérios por cores para não ter confusão durante o evento” explica Dion.

Outra grande preocupação do pastor é capacitar e treinar seus líderes para ajudá-lo na tarefa de libertar os africanos do poder demoníaco que assola a Costa do Marfim. “ Os demônios são fortes e muitos barulhentos, por isso, os líderes precisam estar preparados e bem treinados para a batalha” conclui ele.

O poder da palavra de Deus

Pela primeira vez na América Latina, o Pr. Dion Robert ministrou ontem (22/02) o culto da Igreja Batista do Povo e disse estar orgulho de visitar o Brasil. “Vocês estão fazendo algo maravilhoso aqui e fico feliz de saber que estamos contribuindo juntos para o reino de Deus” disse antes da mensagem.

Em sua ministração, Dion Robert, falou sobre o poder vivificador da palavra de Deus em nossas vidas. “Cristo é a palavra viva que se manifestou em carne, a imagem invisível de Deus. Se aceitei a Cristo como meu Salvador não sou mais eu que vivo, mas Ele que vive em mim” vociferou.

Pai de gêmeas, Esperança e Vitória, Dion entendeu o poder que a palavra de Deus exercia em sua vida quando experimentou uma situação triste com uma de suas filhas. Ainda criança, Esperança teve um tumor em volta do tímpano e após alguns exames foi constado que a pequena deveria passar por uma cirurgia para a retirada do tumor e como conseqüência ficaria surda. Triste em ver toda a dor da filha e perturbado, o pastor perdeu a alegria em orar e pregar, porém, uma noite sentado em seu escritório ele orou e Deus mostrou claramente que não era mais Dion Robert que vivia mas Deus que habitava dentro dele. “O Diabo usou isso para atacar minha família, meu ministério. Quando Deus me disse isso percebi que compartilho da autoridade de Deus em minhas palavras e antes da cirurgia da Esperança fui até o ouvido dela e disse: Pelo poder de Deus, criador deste mundo e teu criador, eu te restauro. Minha filha foi curada e os médicos não conseguiram compreender como aquilo poderia ter acontecido” compartilhou Dion.

Durante a mensagem, o pastor alertou sobre a importância de se alimentar diariamente da Palavra de Deus e se fortificar nela. “O homem se alimenta daquilo que é humano para sobreviver. Para ser filho de Deus temos que nos alimentar da palavra d’Ele. Nossa alma tem sede e fome e precisamos alimentá-la das coisas de Deus. Se Cristo vive em nós temos o poder total para usar a autoridade da palavra em nossas vidas e operar milagres” finalizou o pastor.

Por Pollyanna Mattos

veja também