Feliz, Davi manda preparar um banquete para comemorar

Davi é coroado Rei de Israel. Assista

Atualizado: Quarta-feira, 21 Março de 2012 as 8:21

Davi fica surpreso com o tapa de Mical e diz que ela não gostaria de viver como uma fugitiva. Além disso, ela se casou com outro homem. Mical sabe que é verdade, mas não cede. Ela sabe da sua importância por ser filha de Saul. Itai se recupera e conta a Davi que Aquis está se preparando para um ataque surpresa. Abner chega com uma comitiva de soldados ao acampamento de Davi. O general mente para Davi e diz que Esbaal concordou em ceder o trono.


Feliz, Davi manda preparar um banquete para comemorar. Abigail e Maaca se apresentam a Mical, que disfarça o choque. Esbaal teme por sua vida ao saber que Abner e as tribos se aliaram a Davi. Ziba quer que Tirsa se livre de Mefibosete, caso contrário, ele não vai mais ajudá-la a conseguir clientes. Tirsa  prefere que ele vá embora. Ziba se finge de aleijado para mendigar. Mical tem muito ciúmes das esposas e derruba propositalmente uma sopa quente em Maaca.


Joabe, que acaba de voltar de uma batalha contra invasores, fica revoltado ao saber que Davi aceitou se unir a Abner. Joabe manda um mensageiro dizer a Abner que Davi o mandou voltar a Hebrom. Eliã e Urias escutam e concluem que Joabe está tramando pelas costas de Davi. Abner recebe o recado e volta. Mefibosete se sente um peso na vida de Tirsa. Davi fica preocupado com a volta de Abner. Joabe o intercepta. O soldado diz que Davi quer que o general entre na tenda onde estão os despojos de guerra e escolha o que quiser. Quando caminham em direção à tenda, Joabe o apunhala, matando-o.


Davi fica furioso com Joabe e pede que Urias dê um sepultamento digno a Abner para que todos saibam que ele não participou do assassinato. Aitofel dá a notícia da morte de Abner. Esbaal não sabia da tal aliança e conclui que Abner o traiu. Rispa escuta sobre a morte de seu amado e fica arrasada. Paltiel diz que Abner teve o que merecia. Baaná e Recabe, homens de confiança de Abner, decidem seguir com o plano de matar Esbaal por Israel. Joabe deixa o acampamento convicto de que fez o certo, mas fica triste por ter agido sem a permissão de Davi. Rispa chora por Abner e conta a Judite, a viúva, que ele era seu grande amor.
Em uma conversa com Davi, Mical defende Joabe. O hebreu está arrasado com a morte de Abner pela espada de seu grande amigo. Baaná e Recabe matam Esbaal covardemente enquanto dorme. Davi descobre que Abner estava agindo por conta própria e que o rei não sabia da aliança. Nesse momento os soldados que mataram Esbaal entram com um saco contendo a cabeça de Esbaal. Davi fica chocado. Bate-Seba reclama da falta de atenção de Urias. Davi, inconformado com o ato de Baaná e Recabe, os condena a morte. Aitofel diz que apesar do sangue derramado, o rei de Israel é aquele escolhido por Deus.


Davi não se orgulha de tais atos e sai em silêncio de sua tenda. Davi pergunta a Deus até quando seu caminho será triste. Ele lembra que certa vez o profeta Samuel lhe disse que tudo faz parte da sua preparação para reinar em Israel. Neste momento Natã aparece a sua frente. Ele explica que foi enviado por Deus para substituir Samuel. Davi volta com Natã para sua tenda. Ele fica surpreso ao ver o ancião líder de Judá. Natã se aproxima e coloca a coroa e o bracelete que foram de Saul e de Esbaal na cabeça e no braço de Davi, agora, rei de Israel

veja também