Fertilidade espiritual é tema da ministração na Ceia dos Oficiais

Fertilidade espiritual é tema da ministração na Ceia dos Oficiais

Atualizado: Segunda-feira, 7 Fevereiro de 2011 as 10:12

A fertilidade espiritual foi o tema da ministração da Palavra da Ceia de Oficiais do mês de fevereiro, realizada neste sábado, dia 5.02, no Pavilhão Amarelo do Expo Center Norte. Baseado no texto de Gênesis 21, o apóstolo Estevam Hernandes falou de como o diabo está tentando derrubar as pessoas com a esterilidade, mas que a Igreja tem autoridade para ser próspera e fértil. “Uma das grandes armas de Satanás acontece na religiosidade: é a esterilidade. Muitas pessoas começam a servir a Deus e há nelas um fogo, mas é fogo de palha. Elas se esquecem de Deus e se tornam estéreis... Elas não têm alegria, estão mortas por dentro. A pior morte que existe é a morte interior, há muitas pessoas sentadas na Igreja que são cadáveres. E Jesus chamou essas pessoas de sepulcros caiados, ou seja, bonitos por fora, mas mortas por dentro”, afirmou o apóstolo.

A fertilidade é espiritual, continuou o apóstolo. “O homem foi se esterilizando ao longo da sua caminhada. Deus tinha uma promessa para Abraão, que ia além dos limites humanos. Ele seria pai de uma grande nação e seria uma bênção. Ele, no entanto, não esperou e teve um filho com a escrava. Mas aquilo que era improvável pela razão humana, aconteceu e Isaque nasceu... Essa palavra do Senhor vence o impossível”, afirmou.

Ele explicou que a esterilidade é fruto da malignidade, ela acontece por causa do pecado. “Ela também vem por causa da religiosidade. Todas as vezes que você se levanta contra a obra de Deus, a esterilidade entra no seu interior. A esterilidade vem por causa do afastamento de Deus, ela demonstra a obra que Satanás tem feito nos dias de hoje. Com ela vem também a dureza e a contaminação. Ainda que enfrentemos situações difíceis, a Palavra do Senhor é que Deus quer tirar toda a esterilidade que o diabo tem colocado entre nós!”, afirmou.

Na vida de Abraão começa a acontecer uma poderosa revolução! Mesmo já com muita idade, sua mulher concebeu e deu à luz a Isaque. Por causa da fertilidade de Abraão, ela tornou-se fértil, assim como àquelas que vieram depois dela. A fertilidade de Abraão está sobre as nossas vidas.

A fertilidade da Igreja vem por Jesus Cristo, continuou o apóstolo. Ele leu o texto que está em Ezequiel 47.1-10, que fala das águas que trazem a prosperidade. As águas que vêm de Jesus trazem prosperidade. Jesus se fez maldito para que fossemos benditos. A esterilidade é uma maldição, mas Jesus é a Palavra que vence essa maldição! A fertilidade que vem de Deus, vence o impossível! Jesus foi gerado pelo poder da fertilidade do Espírito Santo, ele foi gerado acima da esterilidade.

O que gera essa fertilidade espiritual:

Traz a prosperidade de Abraão (Gn 26.12). Essa é a prosperidade do Espírito, que vai mudar sua vida, em nome de Jesus!

Quebra a maldição da terra (Ml 3.11). Há uma maldição neste Brasil, que foi consagrado a demônios. Mas a maldição da terra está quebrada na sua vida, na Igreja de Cristo, por causa da prosperidade espiritual.

Gera sacerdotes (1Sm 2.5). Ana não tinha filhos, mas ela gerou um filho e ele foi um sacerdote. Nós vamos gerar sacerdotes, esta multiplicação está sobre nossa vida!

“A fertilidade começa nas águas, Jesus é a fonte dos rios da águas vivas, como está em Apocalipse 22. A fertilidade produz frutos, nunca mais haverá maldição para os que estão debaixo desta bênção. A fertilidade dos santos está sobre nossas vidas! A água sai do Cordeiro e quebra toda a esterilidade!”, afirmou o apóstolo.

“A árvore da fertilidade produz 12 frutos, pois dura o ano todo! As folhas são para cura para todas as áreas da sua vida! Você viverá dias de riso, pois se alimenta da árvore da vida!”, disse. Ele acrescentou que quando temos essa fertilidade, temos dons do Espírito. “Ele derramará dons sem limites sobre a sua vida e vai começar a te usar cada vez mais. Coisas incríveis vão acontecer, é tempo de fertilidade!". 

veja também