Festa de retorno ao pai, festa de reconciliação

Festa de retorno ao pai, festa de reconciliação

Atualizado: Quinta-feira, 22 Agosto de 2013 as 1:21

filho pródigoO filho pródigo estava insatisfeito na casa do pai. Pensou que felicidade estava longe, fora dos portões. Tomou a decisão de pedir a herança e partir para curtir as aventuras da vida. No começo, enquanto havia dinheiro no bolso, muitos amigos e muita diversão embalaram suas noites. Ele gastou tudo o que tinha vivendo dissolutamente. Chegou a fome e os amigos foram embora. Começou a passar necessidades e, por fim, foi parar num chiqueiro cuidando de porcos. A felicidade que buscava longe do pai não passava de uma miragem enganosa. 
 
Ele era feliz na casa do pai e não sabia. Agora estava infeliz conscientemente. Foi nesse momento que resolveu voltar para casa e pedir perdão a seu pai. Estava disposto a ser apenas um trabalhador. Mas, para sua surpresa, quando voltou para casa, o pai o esperava e correu ao seu encontro para lhe abraçar, beijar e dar uma grande festa pela sua volta. Aquela foi a festa da reconciliação. Há festa no céu quando um pecador se arrepende. Os anjos celebram sua volta para Deus.
 
“...porque este meu filho estava morto e reviveu, estava perdido e foi achado. E começaram a regozijar-se.” Lc 15.24
 
 
- Hernandes Dias Lopes
 

veja também