Festival de Artes na Bíblica desperta novos talentos

Festival de Artes na Bíblica desperta novos talentos

Atualizado: Terça-feira, 28 Outubro de 2008 as 12

Por Myrian Rosário

Cento e dez adolescentes empolgados com a descoberta da arte e maravilhados diante da possibilidade de utilizar seus dotes artísticos para ganhar vidas para Jesus. Assim pode ser definido o ambiente do Teen In Arts, realizado no último sábado, dia 25 de outubro, na Igreja Bíblica da Paz, em São Paulo. "O que vimos foi adolescentes cheios de vontade de aprender. Depois da oficina de pirofagia, por exemplo, muitos saíram daqui com planos de montar um grupo na igreja", declarou Andréa Brown, uma das líderes do Ministério Teen da Bíblica.

Durante todo o dia, foram realizadas oito oficinas: malabares e grafitti, com Transformados Brasil, de Ribeirão Preto; fotografia, com Róbson Almeida, da IBP; mágica, com Marcelo Sattin, da Renascer em Cristo; dança clássica e dança hebraica, com Rita Borges da Cruz, da Igreja Batista da Lapa; street dance, com Ivan e D4J, coreógrafos do Templo Soul; pirofagia, com a Missão Força Máxima, e teatro/clow, com Arteens da IBP e Transformados Brasil.

Fotografia foi a oficina com maior número de participantes, com 20 adolescentes em cada uma das duas sessões. "Foi muito bom. Passei para eles as técnicas de fotografia profissional com equipamento de última geração. Eles ficaram muito interessados porque a maioria só conhecia câmera fotográfica de celular", disse o fotógrafo Róbson Almeida. "Eles operaram a câmera no manual, ajustando velocidade e abertura, e conseguiram boas fotos".

Almeida diz ter ficado impressionado com uma menina de 12 anos que conseguiu captar todos os conceitos e termos técnicos. "Ela é um talento. Avaliando as fotos que ela fez, posso afirmar, com certeza, que ela será fotógrafa", concluiu o fotógrafo, que teve que adaptar a linguagem para que o público com idades entre oito e 17 anos pudesse entender.

Arte e unção

A segunda oficina mais concorrida foi a de mágica, com 30 participantes. "Eles saíram cheios de idéias, mas viram que fazer mágica não é tão simples como pode parecer", observou Andréa Brown. Com participação maciça das meninas, as oficinas de dança clássica e dança hebraica também fizeram sucesso. "Decidimos incluir dança hebraica quase na última hora e foi uma decisão acertada", avalia a bailarina e coreógrafa Rita de Cássia Borges da Cruz. "Elas não sabiam nada sobre dança hebraica, algumas até confundiam com dança do ventre. Pude passar alguns conceitos teóricos e montar uma coreografia com elas".

Enquanto as meninas dançavam, os meninos deliravam com o grafitti. Entre os 25 participantes dessa oficina, só duas eram meninas. "Escolhi essa oficina porque sempre achei grafitti muito bonito e queria aprender", disse Henrique Silva Dutra da Silva, de 14 anos. "Aprendi bastante coisa e deu para pegar a idéia de como se faz. Agora é só praticar".

O evento foi encerrado com a apresentação da peça  "Assembléia de demônios". Após as palavras finais da líder Alessandra Souza e da Pra. Tânia, houve um grande mover do Espírito Santo. "Os adolescentes se renderam absurdamente aos pés do Senhor. Desde crianças de dez anos, passando pelos pais e adultos presentes, todos se quebrantaram. Foi muito emocionante"", avaliou Alessandra.

O Teen in Arts deve se tornar um evento oficial da Bíblica da Paz e o próximo já está marcado para outubro de 2009. "Num mês em que se fala tanto em Halloween, é maravilhoso ver esses adolescentes aqui fazendo artes para Deus", declarou Andréa Brown.

Foto: Luciano Avelino

veja também