Festival de Curitiba recebe, pela primeira vez, um espetáculo cristão

Festival de Curitiba recebe, pela primeira vez, um espetáculo cristão

Atualizado: Quinta-feira, 31 Março de 2011 as 11:24

Anualmente, o Festival de Curitiba surpreende seu público ao acrescentar novidades à sua programação. Na edição 2011 do evento, um dos acontecimentos inéditos será a apresentação de uma companhia de teatro cristã na mostra paralela do festival, o Fringe.

A Cia. Expressão de Amor encenará amanhã (30), no Teatro Regina Vougue, às 20hs, o espetáculo “Contos Nordestinos – A Morte do Cangaceiro”. O grupo é proveniente de Maringá e, há 16 anos, desenvolve trabalhos artísticos diversos no Brasil e no Exterior.

Para o diretor da companhia, Hudson Zanoni, a participação no Festival de Curitiba será uma oportunidade honrosa de quebrar paradigmas relacionados à arte cristã. “Somos um grupo cristão formado por artistas evangélicos que levam a produção artística a sério. Nossa trupe utiliza o teatro como ferramenta para transmitir mensagens criativas e inteligentes, propagando valores à sociedade. Queremos desmistificar a ideia de que o teatro feito por cristãos não possui qualidade dramatúrgica”, completa o diretor.

A peça

A Morte do Cangaceiro é uma comédia que segue o ritmo do sotaque nordestino. Inspirada em cordéis e narrada por um contador de histórias medroso (Alexandre Penha), a peça conta a vida de Zé Firino Lamparina (Hudson Zanoni), um cangaceiro valente e temido no sertão.

Em um belo dia, Zé Firino Lamparina fica aperriado com a notícia do namorico de sua única filha, Maria Atrevida (Flaviana Nunes Zanoni), com seu atrapalhado capataz (Weglison Cavalaro). Zé Firino prepara uma emboscada mortal para resolver a questão. Em meio à confusão, eis que surge um final surpreendente para a história. [[email protected]]

veja também