Fim de jogo: de olho no verdadeiro prêmio

Fim de jogo: de olho no verdadeiro prêmio

Atualizado: Quarta-feira, 15 Abril de 2009 as 12

Como vencer no único jogo que realmente importa.

Carreira profissional fantástica. Casa nova. Poupança farta e aposentadoria assegurada. Bom, muito bom — mas será que a vida é mesmo só isso? Seja qual for sua habilidade no jogo, seja qual for a quantidade de fichas que você acumule, o jogo da vida sempre chega ao fim. E aí?

Hora de guardar peças e tabuleiro na caixa.

Acabaram-se as cartas. Acabaram-se as fichas.Acabaram-se as promoções, os planos financeiros, as viagens para o exterior e as casas de veraneio.

Fim de jogo.

De tudo que ganhou, o que você poderá guardar agora que o jogo acabou?

Fim de jogo ajuda você a viver com uma perspectiva eterna, de olho no verdadeiro prêmio — aquele que abre as portas do Reino de Deus.

John Ortberg é pastor da Igreja Presbiteriana de Menlo Park, Califórnia. Autor dos best-sellers Deus está mais perto do que você pensa, A vida que você sempre quis, Somos todos (a)normais?, Venha andar sobre as águas, Amor além da razão. Ele e a esposa, Nancy, têm três filhos.

Orelhas

O que interessa de verdade?

Conheça o sistema de marcação de pontos mais estranho que existe!

Não há mal algum em jogar. Não há mal algum em ser bom nisso. Não há nada de errado em ser o senhor do tabuleiro. No entanto, há sempre mais degraus para subir, mais dinheiro para ganhar, mais negócios para fechar. O perigo é esquecermos de perguntar o que de fato interessa. Corremos para todo lado em cima do tabuleiro munidos de relacionamentos superficiais, agendas frenéticas, a alma preocupada. Ser inteligente ou forte não o protege desse destino. Em certo sentido, torna tudo mais perigoso, pois as recompensas temporárias que você obtém por jogar podem entorpecê-lo a ponto de levá-lo a crer que o jogo não terminará nunca.

Fim de jogo mostra que, neste jogo, quem tenta se tornar servo — com humildade,sinceridade e alegria — revela-se o maior de todos os vencedores. Quem reconhece e aceita a própria pequenez cresce aos olhos de Deus. É o sistema de marcação de pontos mais estranho que existe!

veja também