Franklin Graham voltará à Ucrânia para pregar mensagem especial de Páscoa

O evangelista também pediu aos presidentes Putin e Zelensky um cessar-fogo durante a Semana Santa.

Fonte: Guiame, com informações de CBN News Atualizado: segunda-feira, 11 de abril de 2022 13:49
O evangelista Franklin Graham pregará na Ucrânia no Domingo de Páscoa. (Foto: Instagram/Franklin Graham).
O evangelista Franklin Graham pregará na Ucrânia no Domingo de Páscoa. (Foto: Instagram/Franklin Graham).

O evangelista Franklin Graham vai retornar à Ucrânia para pregar uma mensagem especial de Páscoa no domingo de celebração (17), após quase dois meses da invasão russa. 

“Voltarei à Ucrânia para pregar uma mensagem de Páscoa que será transmitida na Fox News no Domingo de Páscoa, 17 de abril, às 12h”, anunciou o pastor no Twitter, na última quinta-feira (7).

No início de março, Graham esteve na Ucrânia, onde sua organização humanitária Samaritan’s Purse montou um hospital de campanha em uma garagem subterrânea na cidade de Lviv, para ajudar no atendimento às pessoas afetadas pela guerra. 

Desde então, a organização expandiu seu trabalho para incluir três clínicas médicas – duas em Lviv, uma na estação de trem e outra na rodoviária, e uma terceira em Chernivtsi, no sudoeste da Ucrânia.

A Samaritan’s Purse também já enviou especialistas em resposta a desastres para a Polônia, Romênia e Moldávia, que fazem fronteira com a Ucrânia e recebem ucranianos que fogem da guerra.

Franklin Graham também escreveu aos presidentes Vladimir Putin, da Rússia, e Volodymyr Zelensky, da Ucrânia, pedindo um cessar-fogo na guerra durante a Semana Santa, que nas igrejas cristãs acontece no período de 10 a 24 de abril.

"Eu compartilhei com eles que estarei convocando igrejas na Ucrânia, Rússia e em todo o mundo para se unirem em oração durante esses 10 dias. Que possamos humildemente nos unir diante do Rei dos reis e Senhor dos senhores, o Príncipe da Paz, para pedir sua ajuda e misericórdia”, afirmou o evangelista em publicação no Facebook.

E concluiu: “Se eles podem parar de lutar por uma semana ou 10 dias, talvez eles possam parar de lutar por duas semanas. Se eles pararem por duas semanas, talvez eles possam parar por um mês. Se eles pararem por um mês, talvez possam parar de vez. Você tem que começar de algum lugar”.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições